Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Defesa do São Paulo alcança seu melhor desempenho desde junho

Setor não é vazado há três rodadas, algo que não se repete desde a terceira rodada do Brasileirão 2011

Gazeta |

Gazeta Press
Capitão, Rhodolfo costuma exaltar setor defensivo são-paulino
O São Paulo não tem encantado, mas um dos setores que começaram a temporada sob mais críticas, ao menos, parece ter se ajustado. Há três partidas sem sofrer gol, a defesa ostenta seu melhor desempenho desde 8 de junho, quando atingiu a mesma marca ao vencer o Atlético-MG por 1 a 0 pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia também: Lucas diz que desabafo não foi contra o técnico Emerson Leão

Na época comandada por Paulo César Carpegiani, a equipe, antes do confronto em Minas Gerais, vinha de triunfos por 1 a 0 sobre o Figueirense, no Morumbi, e 2 a 0 diante do Fluminense, em São Januário, todos pela liga nacional no ano passado.

Atualmente, a sequência iniciou em 1º de março, nos 3 a 0 impostos sobre o Guaratinguetá no Morumbi, continuou na partida vencida por 1 a 0 contra o XV de Piracicaba no interior paulista no último domingo, ambos pelo Campeonato Paulista, e continuou com outro 1 a 0, sobre o Independente de Tucuruí, em Belém, pela Copa do Brasil, na quarta-feira.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

É o melhor desempenho do setor desde a chegada de Emerson Leão, no fim de outubro. Adilson Batista, seu antecessor, passou três meses no clube e não conseguiu nem ficar dois compromissos seguidos sem ser vazado antes de ser demitido na reta final do Campeonato Brasileiro.

A marca de três jogos sem o goleiro Denis buscar bolas no fundo das redes, contudo, poderia não ocorrer, já que o árbitro invalidou um gol legal do Independente no início do confronto no Mangueirão. De qualquer forma, o capitão Rhodolfo costuma exaltar frequentemente seu setor diante das contestações.

Confira ainda: Madonna deve tirar clássico entre São Paulo e Corinthians do Morumbi

Para enfrentar a Portuguesa no domingo, entretanto, o camisa 4 não poderá ter como companheiro Paulo Miranda, seu parceiro nos três jogos em que o Tricolor não sofreu gols. O criticado zagueiro vindo do Bahia recebeu o terceiro cartão amarelo em Piracicaba e terá que cumprir suspensão no Morumbi. Edson Silva será seu substituto.

Na última vez em que ficou três jogos sem ser vazado, o São Paulo também houve mudanças na zaga. Diante do Atlético-MG, Luiz Eduardo e Xandão, hoje no Sporting Lisboa, compuseram o setor. Contra o Figueirense, a defesa teve Xandão e Rhodolfo. Já para enfrentar o Fluminense, Xandão e Luiz Eduardo iniciaram o jogo, com Bruno Uvini, atualmente emprestado ao Tottenham, entrando no lugar do segundo durante a partida.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG