Time sofreu 18 gols nos últimos oito jogos. Antes, contava com a terceira melhor marca da competição

Welinton e Gustavo (37) disputam a bola com Paulinho, do Corinthians
AE
Welinton e Gustavo (37) disputam a bola com Paulinho, do Corinthians
A defesa do Flamengo passou a temporada inteira sendo questionada, mas conseguia sobreviver no Campeonato Brasileiro. Até o dia 6 de agosto, quando venceu o Coritiba por 1 a 0 , era a terceira menos vazada da competição. Mas, agora, com a série de oito jogos sem vencer, virou a oitava pior, com 31 gols sofridos.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

Antes do começo da série negativa, o Flamengo havia sofrido apenas 13 gols em 15 jogos, com Welinton e Ronaldo Angelim formando a dupla de zaga titular sete vezes seguidas. Nos últimos oito pelo Brasileiro, levou 18 e viu a segurança e confiança que o time tinha em sua defesa irem por água abaixo.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

Nos últimos oito jogos, Alex Silva , contratado para resolver os problemas da defesa, atuou em quatro e ainda não conseguiu vencer pelo Campeonato Brasileiro. Ele formou dupla com Welinton em três jogos e jogou uma vez no sistema com três zagueiros, em sua estreia, na derrota por 4 a 1 para o Atlético-GO , a primeira do Flamengo na competição.

Nos outros jogos da série negativa, o Flamengo sofreu com as mudanças na defesa por lesão e suspensão. Gustavo e Ronaldo Angelim atuaram juntos em dois jogos seguidos, nas derrotas para Avaí (3 a 2) e Bahia (3 a 1) . Quando perdeu por 2 a 1 para o Corinthians , o time teve Welinton e Gustavo.

No clássico com o Botafogo , domingo, às 16h, no Engenhão, pela 24 rodada do Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo deve manter Welinton e Alex Silva, que atuaram juntos na derrota por 2 a 1 para o Atlético-PR , em Macaé. Com essa dupla de zaga, o time sofreu quatro gols em três jogos.

"O time lutou muito, isso todo mundo viu. É o que a gente tira de proveito da última partida. Vamos levar esta força de vontade para o jogo com o Botafogo. A partida com o Atlético-PR foi atípica. Eles deram três ataques e fizeram dois gols. Tivemos o controle do jogo, mas infelizmente o futebol é assim", disse Welinton, que atuou ao lado de Alex Silva no último jogo.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.