Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Defesa do Fla se consolida como ponto forte apesar das críticas

Nos últimos sete jogos disputados nesta temporada, sendo três clássicos, time sofreu apenas três gols

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Vipcomm
Felipe defende um pênalti na campanha do título carioca
No dia 27 de março, o Flamengo esteve perto de sofrer sua primeira derrota na temporada. No confronto com o Madureira chegou a estar perdendo por 3 a 1, mas arrancou o empate e manteve sua invencibilidade. De qualquer forma, o jogo marcou uma virada para a defesa do Flamengo depois de seu pior desempenho. Desde então, foram sete jogos e apenas três gols sofridos.

Siga o iG Flamengo no Twitter e receba informações em tempo real

O setor defensivo é o que sofreu menos mudanças no ano, mesmo com a dificuldade do técnico Vanderlei Luxemburgo em encontrar a melhor opção para a lateral esquerda. A formação com Felipe, Leonardo Moura, Welinton e David se consolidou desde o começo da temporada.

"Conseguimos fazer um bom papel ali na zaga. Eu e Welinton estamos nos dando bem. Isto é o resultado de um forte trabalho. Fiquei muito feliz com a conquista do título”, afirmou David, que já tem no currículo o Brasileiro de 2009, inclusive com um gol na vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio na última rodada.

No meio, a consistência continua. Maldonado, até se machucar, e Willians formaram a dupla de volantes e, agora, o comandante encontrou em Renato uma nova alternativa para a posição, desde a vitória por 3 a 0 sobre o Horizonte-CE. Mesmo numa decisão, em um clássico, ele manteve o jogador e aumentou o número de jogadores ofensivos no time.

Vipcomm
Renato passou a atuar como volante depois da lesão de Maldonado
“Se não houver erro não tem gol. Welinton e David são jovens, mas mostraram qualidade. Uma falha ou outra sempre vai acontecer, mas a participação deles nessa conquista foi fundamental. Tivemos a defesa menos vazada e isso é mérito de todos, inclusive do Jean e do Ronaldo Angelim (zagueiros reservas)”, disse o goleiro Felipe.

O rendimento nos últimos sete jogos deixou uma boa impressão. Nessa sequência, o time disputou três clássicos e só levou gol em um deles. No total, na temporada, foram seis disputados e o time sofreu apenas três gols.

“Mesmo criticada, a defesa enfrentou seis clássicos, sempre contra atacantes de qualidade como Fred (Fluminense), Loco Abreu (Botafogo) e Eder Luis (Vasco), e eles não conseguiram fazer nada contra a gente”, lembrou Felipe.

No jogo desta quinta-feira, contra o Ceará, no Engenhão, no primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil, Luxemburgo não poderá contar com David, suspenso. Ronaldo Angelim deve formar a dupla de zaga com Welinton, repetindo a vitória por 2 a 1 sobre o Bangu, pelo Campeonato Carioca deste ano.null

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG