Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Defesa do Corinthians reclama de sufoco no final da partida

Com gol no início do primeiro tempo, equipe se acomodou com o resultado e viu adversários pressionarem

Gazeta Esportiva |

A vitória por 1 a 0 sobre o Americana não escondeu alguns erros do Corinthians, de acordo com os jogadores de defesa da equipe. O goleiro Júlio César e o zagueiro Chicão não esperavam passar por tantas dificuldades no final da partida deste domingo, no Pacaembu.

"Um time que quer saber ser campeão precisa corrigir suas falhas nas vitórias e nas derrotas. O Americana veio com a mesma proposta da Ponte Preta, que jogou fechada para nos vencer, e conseguiu nos incomodar bastante", analisou Júlio César.

De volta ao time após se recuperar de lesão muscular na coxa direita, Chicão acredita que o Corinthians tinha condições de obter um placar mais elástico em casa. "A gente deveria ter matado o jogo nos contra-ataques. Não podemos ficar nesse sufoco no final", comentou.

Para Júlio César, o Corinthians se acomodou com a vantagem de um gol - Liedson marcou aos nove minutos do primeiro tempo. "Todos os times fazem isso, mas é algo que não pode acontecer porque dá confiança para o adversário", advertiu.

O técnico Tite concordou com as análises do goleiro e do zagueiro, mas preferiu enaltecer a segurança que eles proporcionaram à equipe. "A gente poderia ter definido o placar com um pouquinho mais de frieza. O importante é que o nosso sistema defensivo reagiu bem", disse.

Leia tudo sobre: campeonato paulista 2011corinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG