Ex-jogador deve completar 30 dias de prisão, mas passará a pagar apenas um salário mínimo por mês à ex-esposa

Gazeta Press
Zé Elias teve passagens por grandes clubes
Preso desde o dia 21 de julho no 33º Distrito Policial no bairro de Pirituba, em São Paulo, o ex-jogador Zé Elias segue sem perspectiva de ser libertado. O iG apurou que a defesa do ex-atleta está próxima de uma decisão favorável no caso de não pagamento de pensão alimentícia à ex-esposa, Silvia Regina Corrêa de Castro, com quem tem dois filhos. Mesmo assim, no entanto, é provável que ele tenha de cumprir os 30 dias de prisão determinados no mandado de prisão.

Atualmente, o próprio Zé Elias e sua advogada, Rita de Cássia Alves Moura estão impedidos de se manifestarem publicamente por conta de uma decisão da 12ª Vara da Família de São Paulo, que atendeu um pedido de Silvia em caráter de urgência pelo segredo de Justiça do caso.

Porém, quando esse “direito de fala” for restabelecido no processo, a defesa apresentará um “dossiê” para provar que o ex-jogador atualmente não tem condições de arcar com os R$ 25 mil mensais antes estabelecidos como valor mensal da pensão.

A expectativa, então, é de que a pensão mensal caia para apenas um salário mínimo, valor considerado proporcional à atual situação do ex-jogador, que recentemente trabalhou como comentarista na Rádio Globo mas que atualmente está desempregado. Se isso for confirmado, restará a disputa sobre a dívida atual, que já chega a quase R$ 1 milhão.

Por isso, mesmo que essa redução seja confirmada, Zé Elias não deve ser libertado antes de cumprir os 30 dias de prisão. Um pedido de habeas corpus ainda será julgado, mas hoje ele e a atual esposa, Renata de Loreto Ribeiro Moedim consideram que a melhor decisão possa ser de cumprir a pena até o fim e depois retomar a vida profissional pagando o novo valor de pensão.

Entenda o caso

Zé Elias foi preso no dia 21 de julho por conta de uma dívida de R$ 932.577,73 com a ex-esposa referente ao valor corrigido da pensão alimentícia não paga no período entre maio de 2008 e maio de 2010. Ele só pode ser libertado caso consiga um alvará de soltura emitido por decisão judicial.

Atualmente com 34 anos, o ex-volante foi revelado pelo Corinthians e teve passagens também por diversos outros clubes brasileiros e europeus, como Santos , Inter de Milão , Olympiakos e Bayer Leverkusen, além de ter sido convocado para a seleção brasileira . Se aposentou em 2009 e vinha tentando emplacar a carreira de comentarista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.