Meia será relacionado para o jogo contra o Boavista, mas ainda não tem condições de atuar os 90 minutos

Se até o próximo sábado a diretoria do Fluminense não apresentar o novo treinador, caberá ao preparador físico Ronaldo Torres comandar a equipe na partida contra o Boavista, às 18h30, no Engenhão, pela quarta rodada da Taça Rio. Se na sua função de origem Ronaldo afirmou nesta terça-feira que Deco será relacionado para o jogo, como treinador interino ele ainda não definiu se o meia será utilizado ou não.

“Eu disse que ele estaria à disposição da comissão técnica e será relacionado. Mas se realmente eu dirigir o time ainda vou pensar de que maneira ele será aproveitado. Se 15, 30 ou quem sabe um tempo. Certo mesmo é que ele ainda não tem condições de jogar uma partida inteira”, afirmou Ronaldo Torres.

Há cerca de dois meses sem participar de um jogo oficial devido a uma grave lesão na coxa direita, Deco não vê a hora de poder entrar em campo e ajudar o Fluminense. Ansioso, o jogador admite que a longa inatividade o deixou angustiado.

“Foram dois meses muito difíceis. Ainda bem que estou podendo retornar. Essa semana vai ser muito importante para eu confirmar meu retorno. Espero voltar bem e readquirir ritmo de jogo o mais rapidamente possível”, explicou o meia, que lamentou não ter a companhia do técnico Muricy Ramalho justamente na sua volta.

“É muito ruim trocar de técnico no meio de um campeonato. O Muricy é muito competente e ótima pessoa. Espero que ele seja feliz para onde for. Tomara que chegue depressa um novo treinador para que a gente já possa trabalhar com ele”, completou o jogador.

A mesma expectativa vive Fred . Liberado para enfrentar o Boavista após sofrer sua nona lesão desde que chegou às Laranjeiras, o atacante também vai depender das observações do preparador físico para retornar ao time. Assim como Deco, o capitão tricolor dificilmente também jogará mais de um tempo. Isso se ambos entrarem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.