Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Decisivo, Henry se diz surpreso, mas exalta reestreia no Arsenal

Atacante entrou no segundo tempo e marcou o gol que deu a classificação ao time londrino

Gazeta |

Um dos ídolos da história do Arsenal, o atacante Thierry Henry retornou ao clube inglês neste início de ano, enquanto a Liga de futebol norte-americano está em recesso. Embora tenha chegado aos Gunners com um discurso modesto, o francês foi decisivo e marcou o gol da vitória sobre o Leeds, nesta segunda, pela Copa da Inglaterra. Em êxtase pelo feito, o camisa 12 revelou não esperar viver este momento, mas celebrou a volta ao clube em que fez história.

Leia também: Henry volta ao Arsenal, marca gol e classifica time

"É um pouco estranho. Desde que voltei de ferias, eu não imaginei que iria jogar pelo Arsenal novamente, e agora eu marco o gol da vitória", contou o francês. "Eu amo o clube. Não sei o que posso dizer. Apenas queria ajudar e espero que possa fazer ainda mais", completou.

Emprestado junto ao New York Red Bulls até fevereiro, Henry estava no banco na última segunda, quando, aos 23 minutos da etapa final, foi chamado por Arsene Wenger para entrar na partida. Dez minutos depois, o atacante teve uma oportunidade dentro da área e, com tranquilidade, chutou cruzado, definindo o avanço dos londrinos na FA Cup.

Comandante de Henry entre 1999 e 2007, primeira passagem do jogador pelos Gunners, Wenger não escondeu sua animação com o feito conseguido pelo atacante. "É ótimo que ele tenha voltado e marcado o gol da classificação. Você vê que quando ele está nessa posição, e já vimos várias vezes isso, Henry finaliza no momento certo. Parece fácil, mas não é", disse o treinador.

O próximo encontro do time inglês deverá acontecer neste domingo, contra o Swansea, pela Premier League. Ainda assim, Wenger já pensa no primeiro duelo com o Milan, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa: marcado para acontecer no dia 15 de fevereiro, o jogo com o time rossonero terá Thierry Henry, já que o treinador confirmou a inscrição do atacante na competição - pelo tempo de contrato, porém, esta deverá ser a única partida do francês na competição.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterraarsenalhenry

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG