O Craven Cottage, casa do Fulham e local do jogo entre Brasil e Gana, é o estádio mais antigo de Londres

Não chega a ser novidade a presença da seleção brasileira na Inglaterra. Pelo contrário, o país é praticamente a segunda casa do Brasil. O amistoso da próxima segunda-feira, diante de Gana, será a 10ª da seleção em território inglês desde junho de 2006. A novidade fica por conta da atuação no Craven Cottage, estádio do Fulham FC e o mais antigo de Londres, construído em 1896.

Leia também: Ansiosos por festa, ganeses esperam ser maioria contra o Brasil

“Para nós é uma honra saber que a seleção mais vitoriosa do mundo estará em nossa casa. Tenho certeza que os torcedores do Fulham irão aproveitar a oportunidade para prestigiar um bom jogo de futebol”, disse o zagueiro dos ‘Whites”, o norte-irlandês Aaron Hughes.

Casas do Brasil na Inglaterra desde 2006

Estádio Cidade Capacidade Jogos
Wembley Londres 90.000 mil 1 (Brasil 1 x 1 Inglaterra, em 2007)
Emirates  Londres 60.361 mil 6 (Brasil 3 x 0 Argentina, em 2006; Brasil 0 x 2 Portugal, em 2007; Brasil 1 x 0 Suécia, em 2008; Brasil 2 x 0 Itália, em 2009; Brasil 2 x 0 Irlanda, em 2010; Brasil 2 x 0 Escócia, em 2011)
White Heart Lane  Londres 36.230 mil 1 (Brasil 2 x 0 País de Gales, em 2006)
Pride Park Stadium  Derby  33.597 mil 1 (Brasil 2 x 0 Ucrânia, em 2010)
Craven Cottage  Londres 25.700 mil Brasil x Gana, em 2011

Localizado às margens do rio Tâmisa, o Craven Cottage passou por uma grande reforma em 2004 e, desde então, sua capacidade é de 25.700 mil torcedores. O estádio mantém um charme especial, com as cadeiras de madeiras preservadas desde a sua construção, que ocorreu no fim do século 19.

“É um campo agradável para se assistir futebol. A torcida fica próxima ao gramado e pode participar mais ativamente do jogo”, afirmou Mike Sales, sócio-torcedor do clube londrino.

Estátua de Michael Jackson no estádio do Fulham: homenagem do dono do time ao amigo
Felipe Rocha
Estátua de Michael Jackson no estádio do Fulham: homenagem do dono do time ao amigo

O palco do próximo amistoso da seleção brasileira foi o escolhido pela Uefa (União Européia de Futebol) para sediar a final feminina da Liga dos Campeões da Europa, no último mês de maio - vitória do francês Lyon contra o Potsdam, da Alemanha, por 2 a 0. O gramado do Craven Cottage está em perfeitas condições para receber Ronaldinho Gaúcho, Neymar e companhia.

“Nós até brincávamos entre nós que será legal ver o Ronaldinho jogar no nosso estádio. Ele é um jogador fenomenal, um dos maiores de todos os tempos”, disse Clint Dempsey, meia do Fulham.

Na chegada dos jogadores brasileiros, nesta quarta-feira, em Londres, o zagueiro David Luiz também analisou o palco do próximo compromisso do Brasil.

Estátua de Michael Jackson no estádio do Fulham: homenagem do dono do time ao amigo
Felipe Rocha
Estátua de Michael Jackson no estádio do Fulham: homenagem do dono do time ao amigo
“Foi lá a minha primeira vez como titular do Chelsea . Tenho boas recordações, ganhei o (prêmio de) 'Homem do Jogo'. Eu moro ali pertinho, três ou quatro minutos andando. Nesses campos pequenos, mais curtos, acontecem jogos mais disputados”, disse o zagueiro da seleção.

Estátua do Michael Jackson

O estádio Craven Cottage tem uma excentricidade: atrás de uma das arquibancadas, está a polêmica estátua de Michael Jackson . No último dia 03 de abril, o proprietário do Fulham, o bilionário egípcio Mohamed Al Fayed, amigo do 'Rei do Pop', decidiu homenagear Michael Jackson com um busto na casa dos ‘Whites’. A iniciativa gerou polêmica entre os torcedores.

A intenção inicial de Al Fayed, porém, era colocar a estátua do astro pop na luxuosa loja Harrods, no centro de Londres, que também pertencia ao egípcio. Entretanto, o bilionário vendeu o empreendimento meses antes da morte de Michael Jackson e a solução encontrada foi homenageá-lo no estádio do Fulham.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.