Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

De virada, Fluminense vence Palmeiras e fica muito perto do título

Com 68 pontos, time comandado por Muricy Ramalho só precisa de uma vitória simples contra o Guarani para conquistar bicampeonato. Assista aos gols no vídeo abaixo

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854203838&_c_=MiGComponente_C

Noventa minutos separam o Fluminense do tão sonhado bicampeonato brasileiro. Com um roteiro típico do clube das Laranjeiras, não faltou emoção e sofrimento na vitória de 2 a 1 sobre o Palmeiras, neste domingo, numa Arena Barueri colorida de verde, grená e branco. Depois de sair atrás numa lambança de Leandro Euzébio, Carlinhos e Tartá marcaram e acabaram com o sofrimento de mais de 11 mil torcedores do Fluminense que invadiram São Paulo.

Com 68 pontos, o time de Muricy Ramalho segue na liderança a uma rodada do fim do Campeonato Brasileiro, seguido pelo Corinthians, que venceu o Vasco e soma 67. O Cruzeiro, que derrotou o Flamengo por 2 a 1, é o terceiro 66.

Vídeo: Os gols da Arena Barueri


O jogo
Diferentemente da postura apresentada diante do São Paulo, o Fluminense entrou em campo contra o Palmeiras como se estivesse disputando uma pelada no Aterro. Tensão? Ansiedade? Calor? É verdade que esses fatores pesam num momento de decisão, mas apatia da equipe de Muricy Ramalho impressionava. Mas se o começo já não era dos mais animadores, piorou aos 4 minutos. Leandro Euzébio errou feio e entregou a bola de bandeja  nos pés de Dinei, que acertou uma bomba de três dedos para abrir o placar.

O gol acordou o Fluminense que, aos poucos, começou a acelerar o jogo e pressionar o Palmeiras. Mas a primeira chance só veio aos 13. Conca cobrou falta, Fred disputou com Maurício Ramos  e a bola sobrou pra Emerson, que cabeceou no travessão. No rebote, Gum chutou torto e o mesmo Emerson, impedido, isolou. No minutos seguinte, novamente Emerson fez boa jogada e cruzou, mas Deco chutou por cima.

O gol parecia questão de tempo. E era mesmo. Aos 18, Carlinhos fez grande jogada e chutou cruzado sem defesa para Deola. A partir daí, o Fluminense partiu para cima com tudo, mas Deola estava em tarde inspirado. O goleiro do Palmeiras evitou o gol da virada em quatro oportunidades. Aos 20, numa cobrança de falta de Fred; aos 21, numa tabela entre Fred e Emerson, que Sheik chutou forte e o goleiro espalmou para escanteio; aos 22, num chute rasteiro que Deola salvou com os pés e, aos 28, numa defesa espetacular em cabeçada perigosa de Gum.

Na última chance do primeiro tempo, Conca tocou para Fred, que cruzou rasteiro para dentro da área, mas Emerson se esticou todos e chegou atrasado. Marcos Assunção ainda teve uma boa oportunidade numa cobrança de falta aos 38 minutos, mas bateu mal.

Photocamera
Fred e Tartá, autor do segundo gol do Flu, se abraçam em Barueri
Fred e Tartá, autor do segundo gol do Flu, se abraçam em Barueri

Com a vitória parcial do Corinthians, o Fluminense voltou do intervalo sabendo que só o resultado positivo interessava. E logo aos 2 minutos, Mariano tabelou com Tartá e tocou na medida para Fred, que desperdiçou sozinho quase na pequena área. Aos sete, Conca deixou Fred na cara do gol, mas o atacante isolou cara a cara com Deola.

Aos 13, o gol da virada. Emerson recebeu na esquerda de Conca e chutou forte, Deola espalmou e, no rebote, Tartá, que já havia marcado um gol decisivo contra o Vasco, tocou com categoria sem defesa para o goleiro do Palmeiras.

Aos 21, o Palmeiras assustou pela primeira vez no segundo tempo. Diguinho errou duas vezes na saída de bola, Kleber aproveitou e chutou de canhota. O que parecia um chute despretensioso, por pouco não surpreendeu Ricardo Berna, que espalmou para a lateral. Daí em diante, o Palmeiras só tocava a bola sem oferecer qualquer perigo ao Fluminense, que agradeceu e esperou o tempo passar.


FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 1 X 2 FLUMINENSE

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data: 28 de novembro de 2010, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF/Asp.Fifa)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas e Cesar Augusto de Oliveira Vaz (ambos do DF)
Cartões amarelos: Pierre e Luan (PAL), Tartá (FLU)
Renda: RS$ 396,596.00
Público: 11.291

GOLS:
PALMEIRAS: Dinei, aos 4 minutos do primeiro tempo
FLUMINENSE: Carlinhos, aos 18 minutos do primeiro tempo e Tartá, aos 13 do segundo tempo

PALMEIRAS
: Deola; Márcio Araújo, Maurício Ramos, Leandro Amaro e Gabriel Silva; Pierre, Marcos Assunção (Fernando), Tinga e Luan (Lenny); Dinei (Vinícius) Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Deco (Tartá) e Conca; Emerson (Rodriguinho) e Fred
Técnico: Muricy Ramalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG