Depois do empate por 2 a 2 na primeira semifinal, no San Siro, campeão italiano "fresco" perdeu por 2 a 1

Ainda de ressaca pelas comemorações do 18º título do Campeonato Italiano , conquistado no último sábado, o Milan não foi bem diante do Palermo e foi eliminado nas semifinais da Copa da Itália. A equipe, que tinha ficado no empate por 2 a 2 na primeira partida no San Siro, perdeu por 2 a 1, fora de casa, nesta terça-feira.

Pirlo cai em dia negativo para o Milan na Itália
AFP
Pirlo cai em dia negativo para o Milan na Itália

Com Ibrahimovic no banco, mas com Pato e Robinho em campo, o Milan pouco criou durante toda a primeira etapa. O Palermo, satisfeito com o empate sem gols que já lhe garantia a classificação, também não assustou o goleiro Abbiati.

Os gols só saíram na segunda etapa. Aos 18 minutos, em cobrança de escanteio, a zaga do Milan parou e viu Giulio Migliaccio antecipar a marcação de Thiago Silva e cabecear para o fundo da rede. Imediatamente após o gol, o técnico rossonero promoveu a entrada de Ibrahimovic no lugar de Seedorf - que saiu irritado com a substituição. O sueco, porém, viu o Palermo ampliar.

Aos 30, Van Bommel fez falta dentro da área e foi expulso. Na cobrança da penalidade, Cesare Bovo chutou forte à direita de Abbiati que pulou para o lado contrário. O jogador não teve muito tempo para comemorar. Cinco minutos depois, após entrada dura em Pato, Bovo recebeu o vermelho direto e foi mais cedo para o vestiário.

O Milan ainda conseguiu descontar com Ibrahimovic, já nos acréscimos, mas não foi suficiente para bater o Palermo que tocou a bola até o apito final do árbitro. Agora, a equipe, que é apenas a oitava colocada no Italiano, enfrenta quem passar do confronto entre Inter de Milão e Roma, nesta quarta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.