Elenco mantém os pés no chão após vitória fora de casa sobre o Duque de Caxias, que lhe assegurou a liderança da Série B

Depois da vitória por 2 a 0 sobre o Duque de Caxias, em pleno Giulitte Coutinho, e a retomada da liderança no Campeonato Brasileiro da Série B, a Ponte Preta evita tirar os pés do chão por conta da campanha até aqui na competição. Os jogadores voltaram aos treinos na segunda-feira e o atacante Tiago Luís, que não vem sendo titular com Gilson Kleina nas últimas rodadas, ressaltou o clima de união do grupo.

Entre para a Torcida Virtual da Ponte Preta e convide seus amigos

"Todos que estão aqui estão jogando pela Ponte. O professor Kleina colocou o Ricardinho no meu lugar, porque minhas finalizações não estavam boas, e ele está indo bem, mas não fiquei triste por isso. Estou treinando com mais força ainda para tentar recuperar a vaga. O bom para todos nós é que o time esteja bem", disse o jogador.

Kleina também aproveitou para reafirmar as palavras de Tiago Luís. "Em vez de uma pseudo-decepção, o que eles têm é a felicidade do time estar indo bem e a certeza de que todos terão chance, pois precisamos de todo um elenco. O projeto de todos os jogadores que está aqui é um só e todos estão fechados com ele: subir para a Série A. Para que isso aconteça, o esforço precisa ser constante e de todo mundo", afirmou o treinador.

Sem nenhum desfalque para a próxima rodada da Série B, Kleina deve manter Tiago Luís no banco de reservas, apesar do discurso afinado do atacante. "Ele conversa muito conosco, somos todos amigos e sabemos que futebol é momento, por isso temos todos que estar prontos para quando tivermos chance e torcendo pelos colegas que estão em campo. Todos nós somos Ponte Preta", falou o atleta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.