Tamanho do texto

Homem forte da Copa de 2010 ficou em quarto lugar entre cinco candidatos que brigavam por duas vagas

selo

Presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, Danny Jordaan perdeu a eleição para entrar no Comitê Executivo da Fifa, nesta quarta-feira. De acordo com a Confederação Africana de Futebol, Jordaan ficou em quarto lugar entre cinco candidatos que brigavam por duas vagas.

O presidente da Federação Argelina, Mohamed Raouraoua, venceu a eleição, com 39 votos, seguido por Jacques Anouma, presidente da Federação Marfinense, com 35. O sul-africano recebeu apenas dez votos dos 53 membros que formam a Confederação Africana e participavam da eleição.

Danny Jordaan tentava seguir os passos de estrelas como Michel Platini e Franz Beckenbauer, que organizaram grandes Copas do Mundo - França, em 1998, e Alemanha em 2006, respectivamente - e adentraram no comitê executivo da entidade que comanda o futebol mundial.

A eleição que frustrou Jordaan foi realizada durante a assembleia anual da Confederação Africana de Futebol, que conta com a presença do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e outros dois fortes candidatos a sucedê-lo no cargo. Um deles é o próprio Platini, atual presidente da Uefa, e o outro é Mohamed Bin Hammam, que lidera a Confederação Asiática de Futebol.

A eleição que definirá se Blatter seguirá ou não no comando da Fifa, naquele que seria o seu quarto mandato à frente da entidade em caso de nova vitória, será realizada no próximo dia 1.º de junho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.