Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Danilo desmente "alto salário" e critica diretoria do Palmeiras

"Queria saber quem está pegando metade do meu salário, porque eu não estou ganhando tudo isso que falam", alfinetou o zagueiro

Gazeta |

O clima entre o elenco e uma parte da atual diretoria do Palmeiras continua estremecido. Após o empate no amistoso diante do XV de Piracicaba, o zagueiro Danilo não poupou críticas e mostrou-se irritação principalmente com os comentários de dirigentes de que seria negociado em virtude do salário alto.

"Queria saber quem está ficando com metade do meu salário. Falaram que ganho um salário alto, então quero saber quem está ficando com a metade. Alguém falou que o Palmeiras tem que cortar gastos e que por isso precisava negociar eu, o Edinho e o Pierre. Queria saber quem está pegando metade do meu salário, porque eu não estou ganhando tudo isso que falam", insistiu o defensor, em entrevista à "Rádio Globo".

Durante o mês de dezembro, o Palmeiras recebeu uma oferta do Bari, da Itália, pelo empréstimo de um ano de Danilo. O clube paulista rejeitou. A equipe do Velho Continente prometeu enviar outra proposta, mas a diretoria do clube paulista desconhece a nova rodada de negociações.

A propósito, Danilo também prefere evitar comentários sobre o interesse do Bari. "Como o diretor disse que não chegou nada, não tenho que falar nada sobre isso. Se ele falou que não chegou nada, ele que responda", avisou.

Desde o fim do ano passado, os jogadores do Palmeiras mostram-se descontentes principalmente com o diretor de futebol Wlademir Pescarmona. Antes do desabafo de Danilo, o atacante Kleber e o meia Valdívia já haviam entrado em atrito com o dirigente, que fez críticas públicas ao elenco em virtude da eliminação na Copa Sul-Americana.

Leia tudo sobre: PalmeirasDaniloWlademir Pescarmona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG