Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Daniel Carvalho pede oportunidade para mostrar que pode ser útil

Meia jogou apenas 20 vezes em um ano de Atlético-MG e espera ter mais chances neste Campeonato Brasileiro

Gazeta |

O meia Daniel Carvalho afirmou nesta terça-feira que ficou decepcionado por não participar da partida decisiva do Campeonato Mineiro, contra o Cruzeiro, no último final de semana. O jogador reclama que foi o único atleta do meio-campo do Atlético-MG que não teve a oportunidade de começar um jogo como titular, mas deixou claro, que respeita a opção do treinador Dorival Júnior.

"Eu entendo que com certeza condições de jogar eu tinha, mas era opção do Dorival. É importante ter respeito pela opção dele. Todos os jogadores, inclusive no meio de campo, tiveram oportunidade e eu fui o único que não tive. Eu não tive a oportunidade, por exemplo, de sair jogando um tempo. Vou continuar treinando e respeitando quem está jogando", declarou.

Daniel Carvalho admitiu que apresenta deficiência na marcação e que talvez, por isso, o técnico Dorival Júnior tenha optado por escalar outros jogadores. Ele garante que vem trabalhando para melhorar, mas que só será possível observar essa evolução dentro das partidas.

"O Dorival exige de mim na marcação e sei que tenho essa dificuldade. Os meias do Atlético-MG, Renan Oliveira e Giovanni, são mais marcadores que eu. Talvez é nisso que levam vantagem, porque atacam e defendem mais. Tenho dificuldade, mas isso eu vou conseguir superar através de jogo e ritmo de jogo. No treinamento a gente tenta melhorar, mas vai ser no jogo que vai dar para ver se vou contribuir na marcação. O que me deixa atrás é realmente a marcação", disse.

Questionado se existe a possibilidade de deixar o Atlético-MG devido a condição de reserva, Daniel Carvalho afirmou que está chateado por não jogar, mas que não pretende deixar o clube e sim brigar por um lugar no time titular durante o Campeonato Brasileiro.

"Eu não estou feliz por um lado, porque não fui útil nessa reta final. Mas, por outro, estou adaptado a Belo Horizonte e feliz no Atlético-MG, que tem uma estrutura boa. Profissionalmente estou muito feliz. Mas a gente não joga e fica chateado, decepcionado. A partir do momento que a comissão técnica e o presidente acharem que não estou dando resultado, vai depender deles. Se depender de mim, vou brigar e mostrar que posso ser titular", finalizou.

Leia tudo sobre: Atlético-MGDaniel Carvalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG