Segundo meia do Palmeiras, equipes menores atuam na retranca quando enfrentam os grandes

O meia Daniel Carvalho , do Palmeiras , está preocupado com o clássico de domingo, contra o São Paulo . Segundo o armador, a equipe adversária "tem muita qualidade" e fará jogo duro no estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente. No entanto, o camisa 83 diz que prefere a tensão dos clássicos do que jogar contra as equipes do interior do Estado no Campeonato Paulista .

CBF: Lucas é liberado para defender o São Paulo no clássico contra o Palmeiras

"O São Paulo é uma equipe grande, que vai procurar o gol desde o início. Isso é o que acontece normalmente quando enfrentamos as equipes da capital, o jogo fica muito mais aberto. As equipes do interior ficam atrás e é muito difícil de entrar na defesa. A tendência é que o clássico seja um grande jogo", disse o meio-campista.

PAULISTÃO: Palmeiras divulga relação de pênaltis do Paulistão e reclama

Daniel também fez muitos elogios ao adversário de domingo e negou qualquer tipo de favoritismo contra o rival, que ocupa a 5ª colocação do Paulista: "O time do São Paulo tem qualidade em todos os jogadores. A gente sabe que para jogar lá tem que ter qualidade. Temos que tomar cuidado com todo mundo. O Inter era favorito e perdeu do Grêmio (pelo Gauchão). Temos que estar preparados para enfrentarmos muitas dificuldades", disse.

MATADOR: Bom de clássico no Equador, Barcos espera ir bem no "Choque-Rei"

O camisa 83, no entanto, quer que o estádio Eduardo José Farah continua fazendo a diferença para o Palmeiras. O time alviverde nunca perdeu um clássico jogando na cidade do interior: oito vitórias e três empates. "O Prudentão tem sido nossa segunda casa, tomara que a gente chegue lá, faça um belo jogo e consiga o nosso objetivo", afirmou.

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.