Tamanho do texto

Meia do Atlético-MG vai completar cinco jogos seguidos como titular pela primeira vez desde que chegou

No primeiro turno, contra o Atlético-GO, Daniel Carvalho foi titular e teve atuação discreta
Flickr/Clube Atlético Mineiro
No primeiro turno, contra o Atlético-GO, Daniel Carvalho foi titular e teve atuação discreta
Desde que chegou ao Atlético-MG , em maio do ano passado, jamais Daniel Carvalho teve uma sequência como agora. Na partida deste sábado, contra o Atlético-GO , o camisa 83 vai completar cinco jogos seguidos como titular, algo inédito desde que chegou ao clube mineiro. O tempo em campo e a confiança com as vitórias só fazem que Daniel Carvalho cresça em campo.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

O jogador do Atlético-MG reconhece que a vitória alivia a pressão sobre o time e facilita as coisas dentro de campo. “Quando começam a vir os resultados positivos, a situação fica diferente e é mais fácil jogar futebol. Com uma derrota atrás da outra, como nós ficamos sete ou oito rodadas sem vencer, a pressão é enorme e a gente sabe que o jogador acaba sentindo. Dificilmente o jogador consegue trabalhar 100% na certeza de que vai conseguir render. É muito complicado. Agora, as vitórias apareceram e acaba facilitando para todos os jogadores”, disse Daniel Carvalho, que comemora a tão espera sequência como titular.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

“Todo jogador espera uma sequência. A gente é contratado para jogar e não para ficar jogando uma partida e sair, ou jogar duas e sair. Eu vim para jogar e sempre quis jogar. Então, é uma oportunidade que o Cuca está me dando e estou tentando aproveitar da melhor forma possível. Espero tentar jogar até o final da competição, com o maior número de jogos que for possível”.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Apontado como um dos fatores de sucesso do Atlético-MG neste segundo turno, Daniel Carvalho divide os méritos com os companheiros. Segundo o meia o time tem se empenhado e a fase realmente está mudando, tanto que ele até lembra que fez gol diante do Avaí , o que é raro em sua carreira. Desde que chegou ao Atlético-MG foram apenas três.

“Posso dizer que dei uma contribuição, mas não só eu. Todo mundo começou a ajudar, então é uma coincidência eu entrar no time e começarem as vitórias. Acho que todos estão fazendo um grande trabalho. Essa vontade de todos os jogadores é que está fazendo a diferença nos resultados do segundo turno”.

Para manter o bom momento e evitar que a pressão volte para a Cidade do Galo, o Atlético-MG precisa vencer o Atlético-GO para não depender de tropeços de Bahia e Atlético-PR . Caso não vença a partida do Serra Dourada, a equipe alvinegra pode terminar a rodada entre os últimos colocados, caso Bahia passe pelo Fluminense e o Atlético-PR pelo Figueirense .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.