Tamanho do texto

Técnico do Liverpool elogiou a forma física do atacante, contratado em janeiro. Treinador da seleção pediu que jogador "bebesse menos"

O técnico Kenny Dalglish, do Liverpool , minimizou o "puxão de orelha" dado por Fabio Capello, comandante da seleção inglesa, em Andy Carroll, atacante do clube e da Inglaterra. O italiano havia criticado o estilo de vida do jogador, pedindo que o avante de 22 anos "bebesse menos".

"Como dissemos antes, Andy não estava bem fisicamente na temporada passada por causa de uma lesão no joelho, mas estamos satisfeitos com o preparo dele nesta temporada, pois ele está totalmente recuperado daquele problema", afirmou Dalglish.

Contratado pelo Livepool no último mês de janeiro por 35 milhões de libras, cerca de R$ 93 milhões, Carroll não ficou nem no banco de reservas na vitória por 3 a 0 da Inglaterra sobre a Bulgária, na última sexta-feira, pelas eliminatórias da Eurocopa 2012.

Após elogiar o atacante, o comandante da equipe inglesa ainda considerou que o ex-atleta do Newcastle tenha se importado com o que disse Capello, além de ter ficado agradecido com o conselho.

"Eu acho que Andy é muito grato pelo conselho de alguém de destaque no futebol. Imagino que ele tenha considerado o que disse Capello porque tem grande respeito por Fabio, e Fabio também tem muito respeito por ele", completou o comandante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.