Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca volta a lamentar o número de gols perdidos pelo Atlético-MG

Diante do Cene foram 30 finalizações e apenas três gols marcados, o que deixou o técnico descontente

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

O Atlético-MG venceu o Cene-MS por 3 a 1 e está classificado para a próxima fase da Copa do Brasil. O triunfo foi o 17º em 23 estreias do time alvinegro no torneio nacional, competição em que o clube mineiro é o que fez mais gols . Com os três marcados diante do Cene o Atlético-MG chegou a 263 e deixou o Vasco , com 261, para trás. Apesar dos números positivos, o técnico Cuca não ficou muito satisfeito com o desempenho da equipe, especialmente no primeiro tempo.

Veja também: Confira todos os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil

“Tem de entrar concentrado, como foi no segundo tempo. Entrou achando que ia ganhar, que o resultado iria sair naturalmente e esta competição não é assim, você tem de ter a gana de fazer o primeiro gol, o segundo e o terceiro. Se não faz o terceiro, no final é penalizado”, cobrou o treinador atleticano, que voltou a reclamar da quantidade de oportunidades perdidas pela sua equipe.

Leia também: Atlético-MG faz o suficiente para bater o Cene e evitar a volta

“Um jogo em que você finaliza mais de 30 vezes na partida, você tem que fazer mais gols do que fez. Nós perdemos gols incríveis, gols sem goleiro, que geralmente não se perde, mas conseguimos nosso objetivo que era passar adiante. O adversário fez um gol e deu uma bola na trave de importante, no mais tivemos o controle do jogo e merecemos vencer”.

Além da classificação, o treinador atleticano também aprovou as atuações dos jogadores que estavam sem espaço na equipe, casos do zagueiro Luiz Eduardo e do volante Serginho . Ambos foram titulares pela primeira vez em 2012 e Cuca gostou do que viu. “O que vale é que deu para tirar algumas conclusões, deu para observar jogadores que não estavam jogando”.

Porém ambos devem retornar ao banco de reservas contra o Villa Nova, já que os titulares, Rafael Marques e Leandro Donizete, apenas foram poupados . Como a viagem de volta a Belo Horizonte é longa e demorada, a delegação só desembarca em Belo Horizonte na noite desta quinta-feira, o Atlético-MG não deve fazer nenhum treino coletivo antes da partida pela sétima rodada do Estadual.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCopa do Brasil 2012Cene-MSCuca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG