Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca testa time com três atacantes para encarar o Democrata-GV

Lesões de Roger, Gilberto e Montillo podem fazer treinador mudar seu esquema, com Farías de titular

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

A falta de gols na partida contra o Tupi, na última quarta-feira, e as lesões dos principais armadores do time devem mudar o esquema tático do Cruzeiro no próximo jogo. O técnico Cuca montou um time bem ofensivo no treinamento dessa sexta-feira, com três atacantes. Wallyson, Thiago Ribeiro e o argentino Farías devem começar a partida pelo Campeonato Mineiro contra o Democrata-GV.

O experiente volante Marquinhos Paraná ressaltou que o time sentiu falta de um homem de referência na partida contra o Tupi. “Em algumas bolas faltou aquele jogador de área. A bola rebatia, sobrava na marca do pênalti e num tinha ninguém. Mas foi uma opção do Cuca e temos que respeitar. Não é desculpa pelo empate”, analisou o volante. Paraná disse que, caso o treinador confirme o esquema com três atacante, suas subidas ao ataque serão mais escassas. “Aí não dá para subir muito. Só pode subir na boa senão estoura lá na zaga”, ressaltou Paraná.

O técnico Cuca confirmou que existe uma boa chance do time começar o jogo contra o Democrata-GV com três homens no setor ofensivo. “Existe uma grande possibilidade de começar com três atacantes, assim como treinei hoje”, revelou.

O treinador disse que a opção por essa formação também está relacionada às lesões de seus principais armadores: Roger, Gilberto e Montillo foram vetados pelo departamento médico e não jogam.“Também por isso. Já treinamos assim várias vezes e já usamos três atacantes no decorrer de vários jogos. Se fosse uma final, por exemplo, o Montillo jogaria. Mas não existe essa necessidade agora”, explicou o treinador. O jovem Dudu deve ser o responsável pela armação das jogadas no meio-campo.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG