Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca recorre à fé para seguir acreditando no título

Técnico, hoje no Cruzeiro, viveu situação difícil com o Fluminense quase rebaixado em 2009, mas se saiu vitorioso

Agência Estado |

O técnico Cuca, do Cruzeiro, recorreu nesta sexta-feira à esperança de uma ajuda divina ao comentar as chances de o time mineiro levantar a taça de campeão brasileiro. Na reta final do Brasileirão, Cuca disse que se inspira na campanha que livrou o Fluminense do rebaixamento no ano passado. Quando chegou às Laranjeiras, em setembro de 2009, o time carioca era o último colocado da competição, com 16 pontos em 22 jogos.

Para continuar na briga pelo título, o Cruzeiro precisa vencer as três últimas partidas e torcer por tropeços de Fluminense e Corinthians. A equipe celeste está em terceiro lugar na tabela de classificação, com 60 pontos, três a menos que o time paulista, líder do campeonato.

"Estou acreditando sim, tenho fé no trabalho, tenho muita fé em Deus. Às vezes, a gente comete alguns pecados, fala um pouco demais, mas são pecados normais que o ser humano tem. Merecimento todos os times têm, mas se puder acontecer alguma coisa aqui para nós, será bem-vinda até da parte divina", comentou o treinador. "A gente não pode descartar. Eu falo sempre: no ano passado no Fluminense não fui eu, nem jogadores, nem torcida. Aquilo foi coisa divina para acontecer. E pode acontecer aqui de novo".

No mundo terreno, porém, Cuca acredita que o Cruzeiro tem uma vantagem: das três equipes é a única que faz duas partidas em casa. O próximo adversário é o Vasco, domingo, às 19h30, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

"Ganhar do Vasco não é fácil, ganhar do Flamengo não é fácil, nem do Palmeiras, mas a gente tem condição", destacou. "Temos um pouco de chance e vamos lutar até o final". Nesta sexta, o técnico trocou o tradicional treino coletivo por trabalhos recreativos e cobranças de faltas e finalizações.

O meia Montillo participou parcialmente dos trabalhos no campo, mas ainda não tem presença confirmada na partida. O argentino de 26 anos, contudo, demonstrou estar praticamente curado da torção que sofreu no tornozelo esquerdo na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, na última rodada. Caso seja vetado pelo departamento médico, Montillo será substituído por Roger.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocruzeiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG