Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca pode acabar com maldição que ele iniciou na temporada 2007

Atual treinador do Atlético-MG estava no comando do Botafogo na primeira derrota mineira no Engenhão

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

AE
Cuca lamenta mais uma derrota do Atlético-MG no Engenhão, outra vez diante do Botafogo
O duelo entre Fluminense e Atlético-MG , neste sábado, às 18h, no Engenhão não é muito animador para o time mineiro. Nem tanto pelo adversário, que faz ótima campanha no Campeonato Brasileiro e briga pelo título, mas por conta do estádio. O jogo pela 31ª rodada vai ser o décimo do time alvinegro no Estádio João Havelange. Nas nove oportunidades anteriores, o Atlético-MG saiu derrotado, com 28 gols sofridos e apenas cico marcados. A maldição, no entanto, se estende aos demais clubes de Minas Gerais , que jamais venceram no estádio do Botafogo . O tabu, maldição, ou jejum, começou em 2007 com o técnico Cuca .

Veja também: Atlético-MG pode deixar o Z-4 na 31ª rodada. Veja a classificação atualizada

Na ocasião treinador do Botafogo, o time carioca goleou o Cruzeiro por 4 a 1, em jogo pelo Brasileirão daquele ano. No total são 18 partidas de times mineiros no Engenhão, além de Atlético-MG e Cruzeiro, América-MG e Ipatinga já jogaram por lá, com 15 derrotas e somente três empates. A primeira vez do Atlético-MG no Estádio João Havelange foi em 2008, contra o Botafogo, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. Cuca ainda era o treinador botafoguense. Agora no lado atleticano, ele pode quebrar o tabu que tem incomodado os jogadores do elenco atual.

Leia também: Atlético-MG pode sair do Z-4 no jogo com o "freguês" Fluminense

nullNesta temporada o Atlético-MG já teve três partidas no Engenhão e foi derrotado em todas, duas contra o Botafogo uma diante do Flamengo . Pelo Brasileirão as derrotas foram por 4 a 1 para o time rubro-negro e por 3 a 1 para a equipe de Caio Júnior . Pela Copa Sul-Americana, outra vez contra o Botafogo, o resultado foi 1 a 0 . A maldição dos mineiros é usada como incentivo na Cidade do Galo. “Tomara que o Atlético esteja num sábado feliz. Nenhuma equipe mineira venceu mais, então é um motivo a mais para nós vencermos o Fluminense”, disse o volante Pierre .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Se Pierre vê o tabu como incentivo, Réver diz que o Atlético-MG tem de esquecer que jamais venceu no Engenhão. Segundo o zagueiro atleticano, a vitória no estádio do Botafogo vai vir naturalmente, portanto, cabe o time se concentrar apenas no adversário.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

“Acho que temos que parar de ficar pensando nisso. Uma hora a vitória vai vir naturalmente. A gente faz uma expectativa muito grande do Engenhão, mas tem que enfrentar o adversário, não o Engenhão. Se o gramado lá estiver ruim, como estava, vai ser paras duas equipes, então acho que independentemente de jogar no Engenhão ou em Volta Redonda, temos que ir para o Rio de Janeiro com o objetivo de vencer . Se vamos quebrar um tabu ou não, é outra história”.

 

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Cuca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG