Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca perde Neto Berola, mas ganha André para enfrentar o Flamengo

Além de Berola, o zagueiro Réver é outro que está vetado para o jogo desta quarta, na Arena do Jacaré

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

Além dos pontos, o Atlético-MG perdeu dois titulares em Goiânia. O atacante Neto Berola já está vetado pelo departamento médico atleticano para o jogo desta quarta-feira contra o Flamengo , pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador ainda sente muita dor no tornozelo esquerdo, que o tirou da partida contra o Atlético-GO aos 16 minutos. Já o zagueiro Réver fez uma ressonância magnética no joelho direito e não foi detectada nenhuma lesão, mas o camisa 5 já está fora da partida desta quarta-feira.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

Mas nem só de notícias ruins foi a segunda-feira do técnico Cuca. Desfalque do Atlético-MG nas partidas contra Bahia e Atlético-GO, o atacante André participou do coletivo realizado na Cidade do Galo entre os jogadores reservas e o time de juniores. Com a presença de André no treino, o atacante ganha condições de jogo. O meia Renan Oliveira também participou da atividade e entra nos planos de Cuca para a partida contra o Flamengo.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

O atacante Magno Alves sofreu um pequeno estiramento na coxa direita e não enfrentou o Atlético-GO. O jogador de 35 anos está recuperado da contusão, mas fez apenas treinos físicos nesta segunda-feira. Assim, sem poder contar com Neto Berola, Cuca deve ter os demais atacantes do elenco do Atlético-MG à disposição nesta quarta-feira.

Edema ósseo

A ressonância magnética feita por Réver apontou que o zagueiro teve um edema ósseo. Nesse caso, o retorno aos gramados depende exclusivamente do jogador. De acordo com o médico do Atlético-MG, Otaviano Oliveira, cada atleta tem um prazo de recuperação. “O lance assusta, mas felizmente a ressonância descartou ruptura de ligamento ou lesão no menisco ou na cartilagem. A liberação depende do atleta e da evolução do quadro de dor. À medida que ele for suportando, a gente libera para o retorno aos treinos”

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Neto BerolaAndréRéver

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG