Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca espera sorte para não encarar time de tradição nas oitavas

Treinador não quer ter que enfrentar um clube brasileiro logo no primeiro mata-mata da Libertadores

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro depende apenas de suas forças para ser o primeiro lugar geral da fase de grupos da Libertadores. Podendo chegar aos 16 pontos ganhos em caso de vitória sobre o Estudiantes, na próxima quarta-feira, o time mineiro espera contar com a sorte na definição do adversário das oitavas de final. O técnico Cuca não esconde de ninguém que gostaria de enfrentar um adversário de menor tradição no primeiro mata-mata.

O treinador cruzeirense sabe que, de agora em diante, a Libertadores entra em uma etapa em que todos os adversários são complicados. Mas Cuca espera contar com a sorte de encarar um adversário de menor expressão logo nas oitavas de final. "Quem sabe a tabela, sem a gente escolher, nos dê um time de menos tradição? A gente não pode escolher, temos que tentar ser o primeiro. Mas, sendo o primeiro, podemos pegar o Santos, o Fluminense. E aí, como você vai fazer? Vai perder para não pegar esses times? Não, nós vamos ganhar, temos que estar preparados para pegar qualquer um, mas se a tabela der uma força para a gente é melhor", avaliou o treinador.

Vipcomm
Técnico Cuca espera contar com sorte na tabela da próxima fase na Libertadores

Santos e Fluminense ainda não estão classificados para a próxima fase e, dependendo da última rodada, podem sim estar no caminho do Cruzeiro. Cuca acredita que haverá um confronto entre times brasileiros no torneio, mas quer adiar tal duelo. "Lá na frente vai ter o mata-mata brasileiro mesmo, pode ter certeza. Temos que estar preparados. Mas, se pudermos pegar (nas oitavas) um time de outro lugar, sem tanta tradição, não podemos ser hipócritas de achar que não é melhor. Claro que é melhor", ressaltou o treinador.

Caso termine a fase de grupos no primeiro lugar geral, o Cruzeiro poderá decidir todas as fases seguintes do torneio em casa, com o apoio de sua torcida. E Cuca está admirado com a participação do torcedor na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. "Claro que é uma vantagem, e nós estamos atrás dela. Grande ou pequena, é uma vantagem. Você joga o segundo jogo em casa. E a nossa torcida é maravilhosa, principalmente na Libertadores. Os caras vibram em qualquer dividida ganha, a cada carrinho dado, é bonito de ver. É diferente", concluiu.

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011Cuca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG