Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cuca espera adaptação rápida de Victorino no Cruzeiro

Treinador quer contar com a experiência internacional do zagueiro uruguaio para a Copa Libertadores

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Washington Alves/VIPCOMM
Victorino já disputou uma Copa do Mundo e cinco edições da Libertadores
O zagueiro uruguaio Mauricio Victorino foi apresentado oficialmente pelo Cruzeiro antes do duelo contra o Villa Nova, no último domingo. A expectativa em torno do novo reforço cruzeirense é grande, já que o atleta tem experiência internacional e conhece bem a Copa Libertadores, principal objetivo do time na temporada. O técnico Cuca espera que o defensor tenha uma adaptação rápida ao futebol brasileiro, assim como aconteceu com o argentino Montillo, que chegou ao time no ano passado e foi um dos melhores jogadores do Campeonato Brasileiro.

Uma das principais peças do time, Montillo indicou o amigo Victorino, com quem atuou no Universidad do Chile (CHI), para a diretoria cruzeirense. O zagueiro conversou com o meia antes da confirmação do negócio e recebeu boas referências do clube celeste. “O Montillo, que é meu amigo, falou muito daqui. Estamos em um grande time, vamos lutar por coisas importantes. Esse é o desafio, conquistar coisas importantes e vamos brigar por coisas grandes, como a Copa Libertadores. Já sabia o que era o Cruzeiro como time, sempre briga por títulos. No ano passado foi o segundo (no Campeonato Brasileiro), e quer vencer a Copa Libertadores também. Seria lindo conquistar a Libertadores esse ano”, afirmou o defensor, que chegou às semifinais da Libertadores em 2009, com o Universida do Chile, e já disputou a competição em cinco oportunidades.

O técnico Cuca sabe que a experiência de Victorino em torneios internacionais pode ser de suma importância para o grupo e espera contar com seu futebol o quanto antes. “O que eu espero, é que ele tenha êxito e rapidez na adaptação, como o Montillo teve. Não é comum um jogador se adaptar tão rápido a outro país, a outra condição de trabalho, a outro clima. No mais, todos conhecem ele, jogando a Libertadores e a Copa do Mundo. O Cruzeiro fica muito bem servido de zagueiros, com ele (Victorino) e os outros jogadores, que têm a minha confiança”, afirmou o treinador celeste.

O primeiro desafio do Cruzeiro na Libertadores será na próxima quarta-feira (16), contra o Estudiantes (ARG), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroVictorinoCucaCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG