Magno Alves saiu na cara do goleiro cruzeirense, mas perdeu ótima oportunidade quando jogo estava 0 a 0

O Cruzeiro atacava o Atlético-MG desesperadamente na segunda etapa quando Magno Alves foi lançado em contra-ataque rápido e apareceu sozinho dentro da área cruzeirense. Mas, pela frente, o jogador encontrou o capitão e ídolo do Cruzeiro, Fábio , que evitou o pior. O técnico Cuca fez questão de valorizar a participação de seu goleiro depois da partida.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Na segunda etapa, o Cruzeiro se mandou para o ataque para tentar fazer um gol e reverter a vantagem do Atlético-MG conquistada no primeiro jogo da final . Sobrava para Fábio, que jogava quase como um líbero.

Aos 28 minutos do segundo tempo, o goleiro cruzeirense teve participação importante no jogo ao evitar gol de Magno Alves. O atacante atleticano revelou, depois da partida, que o goleiro o enganou no momento do lance . Para o técnico Cuca, Fábio foi “fantástico” em sua saída do gol.

“Ali mostra o Fábio crescendo no lance. O Magno Alves queria driblar e deu tempo do zagueiro voltar. Mérito todo do Fábio, que foi fantástico no lance”, valorizou o treinador cruzeirense. Ao tentar driblar Fábio, Magno Alves acabou perdendo tempo e deixando que Victorino se recuperasse na jogada, evitando o gol. Dois minutos depois, o Cruzeiro abriu o placar com Wallyson e comandou a partida até o apito final.


 null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.