Time russo derrota a equipe reserva da Inter e se classifica para as oitavas da Liga dos Campeões da Europa

Cambiasso, da Inter de Milão, comemora seu gol contra o CSKA
Reuters
Cambiasso, da Inter de Milão, comemora seu gol contra o CSKA
O CSKA Moscou, do atacante Vágner Love, derrotou a Inter de Milão por 2 a 1 nesta quarta-feira no estádio de San Siro e, beneficiado também pelo empate sem gols entre Lille e Trabzonspor, se juntou à equipe italiana como os classificados do grupo B para as oitavas de final da Liga dos Campeões.

Leia mais: Basel surpreende e elimina o Manchester United

Apesar do revés, a Inter se manteve no topo da chave, com dez pontos. A equipe russa somou oito, um a mais que o Trabzonspor, que teve como prêmio de consolação uma vaga na Liga Europa. Atual campeão francês, o Lille ficou em último lugar, com seis pontos. O treinador dos italianos, Claudio Ranieri, optou por escalar uma equipe mista.

Confira ainda: Com Kaká de titular, Real bate o Ajax e ajuda o Lyon

Zanetti, Samuel, Chivu e Cambiasso foram os únicos do time considerado titular e a começarem jogando. Alheio aos outros resultados e tentando fazer sua parte, o CSKA começou atacando mais, mas criava poucas chances. A melhor delas no primeiro tempo foi de Vágner Love, que, aos 29 minutos, driblou bem o marcador e chutou com categoria. Castellazzi, que substituiu Julio César, salvou com um toque de mão esquerda.

E mais: City bate líder Bayern, mas Napoli vence e se classifica

Pela Inter, uma das poucas finalizações antes do intervalo foi de Philippe Coutinho. Aos 33 minutos, Diego Milito deslocou a marcação e, com espaço, o ex-jogador do Vasco tentou a finalização, mas Gabulov defendeu firme.


Se o primeiro tempo foi de poucas emoções, o segundo começou com o que mais interessava: gols. Quem saiu em vantagem foi o CSKA, logo aos cinco minutos, quando Doumbia fez boa tabela com Love e tirou de Castellazzi para balançar a rede. A resposta demorou apenas um minuto para acontecer. Cambiasso, um dos poucos titulares mandados a campo por Ranieri, aproveitou o rebote de cabeceio de Ranocchia e igualou o confronto.

Ciente de que o resultado em Lille o beneficiava, o time russo se lançou ao ataque. Aos 13 minutos, Vágner Love fez o passe para Dzagoev, que fez o desvio. Castellazzi defendeu bem. Sem levar muito perigo durante alguns momentos, os visitantes voltaram a incomodar aos 34, sempre com o atacante brasileiro. Desta vez, o ex-jogador de Palmeiras e Flamengo limpou bem a marcação de Samuel, mas chutou para fora. O gol salvador aconteceu já aos 41 minutos. Cauna cobrou escanteio na cabeça de Vasili Berezutski, que não desperdiçou a oportunidade, fazendo 2 a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.