Tamanho do texto

Jogadores escolheram campo de Sete Lagoas para mandar os jogos e diretoria cobra resultados

O Cruzeiro está de volta para a sua casa na partida contra o América-MG , no próximo domingo, às 18h. Pelo menos enquanto o Mineirão ainda não estiver pronto das reformas para a Copa de 2014, a Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, parece ser mesmo o local preferido dos jogadores para o clube mandar suas partidas. Essa foi uma exigência dos próprios atletas para o clássico e, agora, a diretoria quer resultados.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

O vice-presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, acredita que os jogadores têm obrigação de vencer depois que a diretoria acatou o pedido de voltar a Sete Lagoas. "O próximo jogo é aqui na Arena do Jacaré, que eles (jogadores) escolheram para jogar. Portanto, eles estão naquele momento de obrigação. Agora precisam reverter a situação e ganhar os jogos, para que a torcida do Cruzeiro não passe por esse desconforto que está passando", afirmou o vice-presidente.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

Cruzeiro volta ao estádio de Sete Lagoas, onde terminou o Brasileirão 2010 invicto
Vipcomm
Cruzeiro volta ao estádio de Sete Lagoas, onde terminou o Brasileirão 2010 invicto

O técnico do time, Emerson Ávila , agradeceu o apoio dos torcedores de Ipatinga e Uberlândia, mas acredita que a força que vem das arquibancadas de Sete Lagoas é maior. "Primeiro eu gostaria de agradecer ao torcedor de Ipatinga e de Uberlândia, que sempre esteve presente. Mas o maior número de torcedores está em BH e nas regiões vizinhas. Acredito que a torcida vai estar do nosso lado. O torcedor vai para ser um aliado nosso na busca da vitória", disse o treinador cruzeirense.

O lateral Diego Renan , que volta ao time depois de uma contusão muscular, acredita que o Cruzeiro fica mais forte na Arena do Jacaré. "Com o apoio do nosso torcedor ficamos mais fortes. No momento, na classificação em que estamos, existem protestos, mas isso é normal. Clube como o Cruzeiro não pode estar nessa situação. Eles (torcedores) podem cobrar, mas no momento certo. Juntos somos mais fortes", avaliou o lateral.

Retrospecto

Nessa edição do Brasileirão, o Cruzeiro não tem sido um mandante tão temido na Arena do Jacaré. O time já realizou nove partidas no estádio de Sete Lagoas, com quatro vitórias, três empates e duas derrotas. No ano anterior, quando foi vice-campeão, o time teve campanha avassaladora no estádio, com nove vitórias e dois empates.