Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro vence no Paraguai e praticamente assegura primeiro lugar

Time mineiro bateu o Guaraní, em Assunção, por 2 a 0, e abriu três pontos de vantagem sobre Estudiantes

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro conseguiu um importante resultado nessa quarta-feira, em Assunção, no Paraguai. O time mineiro bateu o Guaraní, do Paraguai, por 2 a 0, e praticamente assegurou a primeira colocação no Grupo 7 da Copa Libertadores. Os gols da vitória foram de Thiago Ribeiro e Ortigoza. O time de Cuca só perde a liderança do Grupo 7 se sofrer uma goleada na última rodada contra o Estudiantes, na Argentina.

O Cruzeiro entrou em campo já classificado matematicamente para as oitavas de final. Isso porque o Deportes Tolima empatou por 1 a 1 com o Estudiantes, na Colômbia, em jogo que começou mais cedo nessa quarta-feira. Com o resultado, os colombianos chegaram aos cinco pontos e não conseguem mais alcançar os mineiros, já que resta apenas uma rodada no Grupo 7. Os argentinos estão três pontos atrás do Cruzeiro, mas com um saldo de gols muito pior.

Desiludidos com a péssima campanha do Guaraní na Libertadores, os torcedores paraguaios compareceram em baixo número ao Defensores del Chaco. E o Cruzeiro logo fez valer sua superioridade no primeiro tempo.

Thiago Ribeiro começou a partida ligado, dando trabalho para a defesa paraguaia. Primeiro tentou de primeira, em um cruzamento de Wallyson, mas errou o alvo. Depois acertou a trave de cabeça, mas já estava impedido.

Na terceira chance do atacante, ele não perdoou. Aproveitou grande assistência de Montillo e bateu com estilo, no canto do goleiro Silva, para abrir o placar. E o mesmo Thiago Ribeiro quase ampliou logo em seguida, quando cabeceou com perigo por cima do gol.

A partir dos 30 minutos, o Guaraní acordou na partida e só não empatou pois Fábio vive grande fase. Primeiro foi Ovelar, que saiu na cara do goleiro e soltou uma bomba, exigindo boa participação do camisa 1 do Cruzeiro. Depois foi a vez de Sosa chutar de fora da área e obrigar Fábio a buscar no canto, em uma defesa de muita dificuldade.

O segundo tempo começou mais lento que o primeiro, mas também com o Cruzeiro ameaçando primeiro. Montillo teve boa chance, mas bateu prensado e facilitou a defesa do goleiro Silva.

O Guaraní avançou um pouco sua marcação, dando os contra-ataques para o time mineiro. Wallyson e Gilberto tiveram suas chances, mas erraram a pontaria. Percebendo que o time já administrava a vantagem, o técnico Cuca tentou agitar mais seu ataque, promovendo a entrada de Wellington Paulista e Ortigoza.

Aos 31 minutos da etapa complementar, Montillo quase marcou um gol de placa no Defensores del Chaco. O argentino recebeu em profundidade e bateu por cobertura, com a bola batendo no travessão. Jogando no país em que nasceu, o paraguaio Ortigoza recebeu e fez seu primeiro gol nesta edição da Libertadores, encerrando a fatura já nos acréscimos. 

FICHA TÉCNICA- GUARANÍ (PAR) 0X2 CRUZEIRO

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai
Data: 30 de março de 2011 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Patrício Basualto e Carlos Astroza, ambos do Chile
Renda: Não divulgada
Público: Não divulgado

Cartões amarelos: Julián Benitez, Escobar (GUA), Roger (CRU)
Gols:
Cruzeiro: Thiago Ribeiro, aos 17 minutos do primeiro tempo; e Ortigoza, aos 46 minutos do segundo tempo
 

GUARANÍ (PAR): Silva; Eduardo Filippini, Benítez, Ignacio Ithurralde (Carballo) e Elvis Marecos; Sosa, Miguel Paniagua, De La Cruz e Jorge Andres Mendoza (Hobecker); Julián Benítez e Luis Ovelar (Escobar)
Técnico: Félix Darío León

CRUZEIRO: Fábio; Pablo, Gil, Victorino e Gilberto; Marquinhos Paraná, Henrique, Roger (Everton) e Montillo; Thiago Ribeiro (Ortigoza) e Wallyson (Wellington Paulista)
Técnico: Cuca
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG