Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-PR empata com Ceará e dá adeus ao sonho da Libertadores

Igualdade em 1 a 1 não foi suficiente para o time paranaense, pois Grêmio e Botafogo se enfrentam na última rodada. Assista aos gols abaixo

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854214286&_c_=MiGComponente_C

Após sair atrás no placar, o Cruzeiro conseguiu a virada e venceu por 2 a 1 o Flamengo, neste domingo, em Volta Redonda. O resultado manteve a chance de título do time mineiro na última rodada do Campeonato Brasileiro. Já os cariocas, mesmo com o revés, não correm mais risco de rebaixamento por conta dos demais resultados da rodada.

O Flamengo saiu na frente no placar com Diego Maurício, mas o Cruzeiro não demorou para empatar, aos 15, com Roger, em cobrança de falta que foi desviada na barreira. O gol da vitória aconteceu na etapa final, quando Montillo colocou a bola na cabeça de Thiago Ribeiro para dar números finais ao jogo.

O Cruzeiro tentará o sonho do título na Arena do Jacaré contra o Palmeiras, que não aspira por mais nada na competição. Já o Flamengo vai até a Vila Belmiro encarar o Santos em uma partida em que os rubro-negros ainda podem buscar uma vaga na Copa Sul-Americana.



O jogo 
Com as duas equipes precisando da vitória, ambas foram em busca do ataque nos primeiros minutos. Tanto que a primeira boa chance logo aos três minutos, quando Wellington Paulista tentou de muito longe e quase surpreendeu o goleiro Marcelo Lomba, que estava adiantado. No entanto, os cruzeirenses apresentavam nervosismo e, em um erro, o Flamengo conseguiu abrir o placar aos nove. Diogo aproveitou bobeada de Léo e lançou Diego Maurício. O atacante rubro-negro finalizou com categoria na saída de Fábio.

O revés fez com que o Cruzeiro se concentrasse mais e, com isso, pudesse atacar de forma mais organizada. O time mineiro não demorou para conseguir o empate. Aos 15 minutos, o argentino Montillo foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Roger chutou, a bola desviou na barreira e enganou Marcelo Lomba, que nada pode fazer para impedir a igualdade no placar.

Após o empate, as duas equipes diminuíram a intensidade, até porque o calor era forte em Volta Redonda. Com isso, o jogo ficou muito concentrado no meio-de-campo, sem lances de perigo. Somente aos 24 minutos, Montillo arriscou de fora da área, mas a bola foi a direita do gol de Marcelo Lomba. O Flamengo tentava, mas esbarrava na forte marcação dos mineiros.

O Cruzeiro, aos poucos, foi tomando conta do jogo, tendo a posse de bola e passou a rondar a área do Flamengo. Os visitante quase conseguiram a virada aos 35 minutos. Após cruzamento de Montillo, a bola chegou em Thiago Ribeiro. Quando o mineiro finalizou, o lateral-esquerdo Juan chegou desviando impedindo o gol. Três minutos depois, foi a vez de Henrique entrar na área e chutar para grande defesa de Marcelo Lomba.

Nos minutos finais, a panorama do jogo pemaneceu o mesmo, com o Cruzeiro melhor. No entanto, o Flamengo conseguiu impedir as boas jogadas dos vistantes e saiu para o intervalo com o empate.

O segundo tempo começou o oposto de como terminou o primeiro. O Flamengo voltou a campo com mais vonatde e esboçou um apressão inicial sobre o Cruzeiro. No entanto, quem teve a primeira boa chance foram os visitantes aos dez minutos. O atacante Wellington Paulista dá belo voleio, mas o goleiro Marcelo Lomba faz grande defesa impedindo o segundo gol aos mineiros.

O lance acendeu o Crueiro, que conseguiu equilibrar o jogo e passou a chegar com mais facilidade ao ataque. No entanto, os visitantes viram o atacante Diego Maurício quase marcar o segundo do Flamengo aos 19 minutos. O rubro-negro fez boa jogada individual e finalizou perto do gol de Fábio. Só que a resposta dos mineiros veio em grande estilo aos 23. Montillo cruzou na cabeça de Thiago Ribeiro, que colocou na rede dos donos da casa para virar o placar.

Apóa a virada, o Cruzeiro recuou e possibilitou o Flamengo passar a pressionar. Para manter o resultado, o técnico Cuca promoveu a saída de Roger e a entrada do zagueiro Edcarlos. Mesmo sofrendo na defesa, os mineiros desperdiçaram ótima chance aos 36 minutos quando Montillo fez fila na zaga rubro-negra e tocou para Wellington Paulista. No entanto, o atacante finalizou para fora.

Nos minutos finais, o Flamengo foi com tudo para cima do Cruzeiro, mas não conseguiu criar boas jogadas de perigo. Com isso, o time mineiro se segurou com tranquilidade e saiu de campo com os três pontos de Volta Redonda.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 1 x 2 CRUZEIRO-MG

Local:
Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 28 de junho de 2010, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Julio Cesar Santos (RS)
Cartões amarelos: Diogo (Flamengo); Marquinhos Paraná, Jonathan e Henrique (Cruzeiro)
GOLS:
FLAMENGO: Diego Maurício, aos 9min do primeiro tempo
CRUZEIRO: Roger, aos 15min do primeiro tempo; Thiago Ribeiro, aos 23min do segundo tempo

FLAMENGO: Marcelo Lomba; Leonardo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Willians (Corrêa), Maldonado, Renato Abreu e Marquinhos (Val Baiano); Diego Maurício e Diogo (Petkovic)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan, Gil, Leo e Diego Renan; Henrique, Marquinhos Paraná, Roger (Edcarlos) e Montillo (Éverton); Thiago Ribeiro (Rômulo) e Wellington Paulista
Técnico: Cuca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG