Tamanho do texto

Arena do Jacaré não tem capacidade mínima exigida pela Conmebol. Grupo do torneio continental ainda tem dois adversários indefinidos

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882173652&_c_=MiGComponente_C

O Cruzeiro vai mandar seus jogos na Libertadores de 2011 no Parque do Sabiá, em Uberlândia. Isso porque, a Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, não possui a capacidade mínima exigida pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) de 20 mil lugares. A Arena comporta 19.834 torcedores, 166 cadeiras a menos que o exigido.

Com o Mineirão fechado para as reforma da Copa de 2014, e o Independência em reformas para receber os clubes mineiros no segundo semestre do próximo ano, a opção para Cruzeiro e Atlético-MG nesta temporada foi jogar em Sete Lagoas. Porém como o regulamento da Libertadores não permite jogos na Arena do Jacaré, não restou opção para o Cruzeiro, se não migrar para o Triângulo Mineiro.

Gazeta Press
Torcida do Cruzeiro no Parque do Sabiá, em Uberlândia, cidade do Triângulo Mineiro

O Gerente de Futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, descartou a possibilidade de pedir um novo laudo para liberar a capacidade necessária da Arena do Jacaré. "Não é o Cruzeiro que tem que reconhecer a capacidade do estádio. Isso já foi mais do que debatido, a dificuldade que foi para chegar a este número (19.834). Para aumentar, é preciso fazer alguma coisa, eles não vão aumentar simplesmente porque pedimos, porque eles não aumentaram antes então", questionou o dirigente.

Com o segundo lugar no Brasileirão o Cruzeiro garantiu vaga direta para o grupo 7 da Libertadores. Os mineiros vão enfrentar o Guarani do Paraguai e uma equipe argentina, que pode ser o Vélez ou o Estudiantes - quem for campeão argentino vai para o grupo do, e o time de La Plata lidera com 39 pontos, dois a mais que o rival. A outra equipe do grupo saí do confronto entre Corinthians e um time colombiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.