Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro tenta blindar Montillo, que vive drama pessoal grave

Filho caçula do argentino está internado e camisa 10 não consegue repetir grandes atuações pela equipe

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro já não vence há onze rodadas no Brasileirão e está seriamente ameaçado de rebaixamento. Quando a fase é ruim, até mesmo os craques parecem sentir mais os problemas. E o argentino Montillo é um dos principais reflexos disso, já que vive um de seus piores momentos tecnicamente desde que chegou ao clube. Com um problema particular sério, os colegas de time procuram levantar o astral do meia até o jogo contra o Atlético-GO, no próximo domingo.

Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileirão. Veja a classificação completa

Montillo entrou em campo contra o Corinthians muito abalado por conta da situação de seu filho caçula Santino, de um ano e sete meses. O garoto, que tem Síndrome de Down, está internado em um hospital de Belo Horizonte depois de passar por uma cirurgia no intestino no último sábado. Depois de perder o pênalti que poderia dar o empate diante do Corinthians, Montillo desmoronou.

Leia também: Manutenção do time-base é sinal de sucesso no Brasileirão

"Parte da derrota é minha também. Se faço o pênalti, acho que o time poderia virar o jogo, mas foi um dos piores dias da minha vida. Meu filho internado, eu não podendo fazer o pênalti, é um dia ruim para mim, mas tem que levantar a cabeça, continuar", desabafou o argentino. A expectativa é que Santino tenha alta nessa quarta-feira e volte para casa.

Veja também: Artilheiro do Cruzeiro, Montillo acumula falhas em pênaltis

O técnico Vágner Mancini prometeu conversar com o camisa 10 durante a semana para tentar passar calma e confiança nesse momento complicado. "Ao longo da semana a gente vai sentar com calma, bater um papo com ele (Montillo). Nós temos de entender que esse momento, às vezes, é muito forte para alguns e para outros não. Então vamos com calma tentar acertar", disse o treinador.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba notícias do seu time em tempo real

O volante Fabrício tentou blindar Montillo das críticas. "Com os problemas que ele está tendo e está jogando, eu, por exemplo, não ia conseguir jogar. Então tem de tirar o chapéu. É um jogador que se entrega, não tem de jogar a culpa em um jogador desse. O time todo é responsável por essas derrotas", afirmou o volante cruzeirense.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente o momento de Montillo

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Montillo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG