Tamanho do texto

Onze jogadores estão com dois cartões amarelos e podem desfalcar equipe na última rodada

O Cruzeiro faz, nesse domingo, uma verdadeira "final" contra o Ceará na luta para não ser rebaixado. Entretanto, o clássico com o Atlético-MG , na última rodada, não sai da cabeça dos atletas. Ainda mais de quem está pendurado com dois cartões amarelos, já que uma nova advertência no Presidente Vargas pode significar fim de Brasileirão. E são onze os atletas nessa situação no clube mineiro.

Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileirão. Veja a classificação atualizada

Faltando duas rodadas para o término do Brasileirão, o time mineiro acumula um time inteiro de jogadores com dois amarelos: Fábio, Fabrício, Marquinhos Paraná, Diego Renan,Gabriel Araújo, Roger, Montillo, Naldo, Anselmo Ramon, Elber e Wallyson, sendo que o último está contundido e só volta em 2012. Os dados são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

O volante Fabrício sabe que faz parte da sua função matar algumas jogadas adversárias com faltas e a situação o incomoda. "Por enquanto, pensamos apenas no Ceará. Mas estar com dois cartões atrapalha muito, você tem que entrar com freio de mão puxado para evitar dividida mais forte. Mas agora não dá para pensar nisso. Aproveitar que o elenco todo está a disposição e temos que entrar como se fosse o último jogo. Esquecer cartão para desenvolver bem nosso futebol. Realmente esse jogo é o mais importante", afirmou o volante cruzeirense. Fabrício é o jogador do Cruzeiro que mais recebeu cartões amarelos até aqui no Brasileirão: 8 no total

Leia também: Conheça a estratégia de Vágner Mancini para bater o Ceará

Já o zagueiro Léo , que não está na lista dos pendurados, lembra que o time mineiro já pode evitar o rebaixamento nessa partida contra o Ceará. Por isso, segundo o defensor, os atletas não devem pensar nos cartões na hora da partida no Presidente Vargas. "Na verdade, temos que pensar jogo a jogo. São circunstâncias do jogo e tudo pode acontecer. Podemos nos livrar desses problemas já nesse final de semana. Pensar nesse jogo, independentemente da última rodada. Se tiver que tomar cartão ou fazer falta, temos que fazer. Muita coisa envolvida e temos que pensar somente nessa partida", analisou o zagueiro cruzeirense.

O Cruzeiro pode mesmo evitar o tão temido rebaixamento já nesse domingo. Uma vitória sobre o Ceará, combinada com um tropeço do Atlético-PR diante do América-MG, já significa o alívio para os cruzeirenses.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a situação dos pendurados