Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro se prepara para encarar seu maior algoz nos últimos anos

Time mineiro não vence o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro desde 2004; tabu é de treze jogos

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Vipcomm
Montillo estreou contra o São Paulo no Brasileirão do ano passado
O São Paulo não passa por uma boa fase, com a demissão de Carpegiani e três derrotas seguidas no Brasileirão. Mas, se depender do retrospecto recente diante do time paulista, o Cruzeiro pode se preocupar na próxima rodada do Brasileirão. A última vitória cruzeirense diante dos paulistas pelo Campeonato Brasileiro foi em 2004. Na Toca da Raposa II, os jogadores preferem não pensar nesses números.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Desde a última vitória cruzeirense, por 2 a 1 no Mineirão em 2004, foram treze jogos pelo principal torneio nacional, com oito vitórias do adversário e cinco empates. O volante Everton mostra otimismo diante dos números. “Tabus estão aí para serem quebrados. Vamos fazer de tudo para mostrar um bom futebol e vencer o São Paulo no Morumbi”, disse o jogador, que deve ser titular na vaga de Diego Renan.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Já o argentino Montillo acredita que o empate de 2 a 2, no Morumbi, no ano passado, acabou selando o vice-campeonato do Cruzeiro na competição. “Acho que foi o jogo que deixou o Cruzeiro sem o título. No minuto 48 tomamos um gol, quando o jogo estava fechado”, lembrou-se o argentino.

O jogo em questão foi o primeiro de Montillo com a camisa do Cruzeiro. “Acho que foi um momento bom, estreei em um campo bom para jogar. O São Paulo não está passando um bom momento, mas sempre um jogo entre São Paulo e Cruzeiro é bom”, disse o atual artilheiro do Brasileirão.

O zagueiro Naldo, que já enfrentou o São Paulo algumas vezes por ter passado pela Ponte Preta, deu a receita para uma histórica vitória no Morumbi. “Antes de tudo, temos que respeitar eles, mesmo sabendo que a fase por lá não é boa. Vamos chegar lá fechadinhos e sair nos contra-ataques”, afirmou o defensor cruzeirense.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG