Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro reencontra o Estudiantes, do carrasco Verón

Capitão do time argentino esteve em todos os duelos contra os mineiros e comanda equipe na Arena do Jacaré

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro faz nessa quarta-feira, às 22h, na Arena do Jacaré, sua estreia na Copa Libertadores. Pela frente, um adversário que não sai da memória dos cruzeirenses: o Estudiantes, da Argentina, que tirou o título do time celeste na competição continental em 2009, em pleno Mineirão. A principal estrela dos argentinos é o experiente Verón, que foi um dos responsáveis por uma das maiores decepções da história do time mineiro.

O técnico Cuca disse que está preparando um esquema especial para anular o capitão do Estudiantes. “Verón é um jogador que vocês (da imprensa) conhecem bem, tanto como nós. Se deixar, ele vai organizar e gerenciar a partida. Já erramos contra o Atlético, quando deixamos um jogador deles (Ricardinho) livre e ele foi bem na partida. Não se trata de marcação individual, mas temos que ter atenção para não deixar ele jogar”, afirmou o treinador.

O volante Henrique reconheceu o talento de Verón e disse que, mesmo com marcação acirrada, o talento do argentino vai prevalecer em alguns lances. “Com a qualidade dele, não dá para marcar o tempo todo. Tem muitos recursos e vai escapar em uma ou outra jogada. Temos que estar sempre por perto, para não deixar oportunidades para ele”, afirmou. Henrique balançou as redes do Estudiantes na final da Libertadores de 2009, mas os argentinos viraram a partida.

O meia Roger, que não estava naquela decisão, disse que o time deve se esquecer do clima de revanche contra o Estudiantes e contra o próprio Verón. “Se entrarmos em campo pensando assim, teremos um problema a mais. E já estamos cheios de problemas, já que o Estudiantes é um grande adversário. Todos sabem que o Verón é o cérebro do time. Mas, temos que envolver o time deles com velocidade e toque de bola para sair com a vitória”, ressaltou o atleta.

Números
Verón esteve presente nas seis partidas entre Cruzeiro e Estudiantes na história. O argentino tem três vitórias contra os mineiros, um empate e duas derrotas. Apesar do sucesso na Libertadores em 2009 , o meia também tem más lembranças quando o assunto é Cruzeiro, já que foi eliminado da Supercopa de 1994 pelo time azul. No total, 11 jogadores que enfrentaram o Cruzeiro em 2009 ainda permanecem no time.

Mistério
O técnico Cuca não revelou o time que vai enfrentar o Estudiantes. “Eles já nos conhecem bem e nós conhecemos eles. Tem muita informação de lá para cá, e de cá para lá”, afirmou o treinador. Wallyson deve ficar com uma vaga no ataque, já que tem entrado bem no time e seu concorrente Thiago Ribeiro não vive bom momento. O zagueiro Mauricio Victorino também vai estrear, provavelmente no lugar de Léo. “Se isso for um atrativo a mais para o torcedor comparecer, pode ir para o estádio que ele vai jogar”, garantiu Cuca. Marquinhos Paraná está recuperado de contusão e também pode entrar no decorrer da partida.

FICHA TÉCNICA - CRUZEIRO X ESTUDIANTES (ARG)

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 16 de fevereiro de 2010, na quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (Fifa-PAR)
Assistentes: Milcíades Saldívar (PAR) e Carlos Cáceres (PAR)

CRUZEIRO
Fábio; Pablo, Mauricio Victorino (Léo), Gil e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Henrique, Gilberto e Montillo; Wallyson e Wellington Paulista
Técnico: Cuca

ESTUDIANTES (ARG)
Agustíni Orión; Fernández, Desábato e Germán Ré (Roncaglia); Gabriel Mercado, Matías Sánchez (Rodrigo Braña), Leandro Benítez, Nelson Benítez, Juan Sebastian Verón e Enzo Pérez; Gastón Fernandez
Técnico: Eduardo Berizzo

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG