Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro reclama do alto preço de atacantes

Nos planos do clube, Rafael Moura é um dos atacantes cujo valor é considerado alto pelo Cruzeiro

Gazeta |

Sem dinheiro em caixa para fazer as contratações pedidas pelo técnico Cuca e pela torcida, a diretoria do Cruzeiro já estuda manter o elenco atual sem reforços. O clube celeste, porém, não esconde de ninguém que busca um atacante e um zagueiro para completar o grupo de jogadores para a disputa da Libertadores e do Campeonato Mineiro.

De acordo com o diretor de futebol Dimas Fonseca, o empecilho para concretizar as negociações são os valores proibitivos pedidos pelos atletas e pelos clubes para liberar os jogadores. Dessa forma o time da Toca da Raposa, já pensa em segurar os atacantes Wellington Paulista, Thiago Ribeiro, Wallyson e Farias e não buscar ninguém para a posição.

Para se ter uma idéia o Locarno, clube suíço detentor de parte dos direitos do atacante Rafael Moura, pediu cerca de R$ 7,8 milhões para negociar o atleta com o Cruzeiro. Outro jogador que estava nos planos da Raposa era Marcelo Moreno, que defende o Shakhtar Donetsk da Ucrânia, mas o valor pedido pelo atleta foi de aproximadamente R$ 9 milhões.

O ex-cruzeirense Guilherme, foi outro nome ventilado na Raposa, porém o Dínamo de Kiev, clube do atacante, só aceita liberar o jogador por R$ 17 milhões. Uma opção estudada pela diretoria do Cruzeiro é contratar alguns reforços de menor peso, e ficar na torcida por um bom rendimento.

Leia tudo sobre: CruzeiroRafael Moura

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG