Bandeirinha marcou impedimento de Gilberto com atraso em lance que poderia levar disputa para os pênaltis

AP
Gilberto foi o autor do gol anulado na segunda etapa que gerou muita reclamação por parte dos cruzeirenses
O técnico Cuca reconheceu que o Cruzeiro fez diante do Once Caldas sua pior partida em 2011. Mas o treinador cruzeirense reclamou da arbitragem do paraguaio Antonio Arias, que anulou um gol de Gilberto na segunda etapa assinalando um impedimento. Caso o lance tivesse sido considerado legal, o placar iria para 2 a 1, levando a decisão da vaga para os pênaltis (primeiro jogo em Manizales terminou com o mesmo placar a favor do Cruzeiro).

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Já no desespero depois de ter levado dois gols na segunda etapa, o Cruzeiro se mandou para o ataque tentando diminuir. E Gilberto até que conseguiu, em um lance de muita categoria. O meia cruzeirense recebeu na área, tirou um zagueiro e soltou uma bomba de perna direita, vencendo o goleiro rival.

No entanto, o bandeirinha assinalou impedimento com muito atraso. Depois da partida, Gilberto se mostrou indignado com o lance. “Não sei até agora o que ele marcou. Acho que foi impedimento”, disse o meia.

O técnico Cuca lamentou a decisão do trio de arbitragem. “Eu também vi. (que não foi impedimento). Só quando a bola entrou que ele (auxiliar) levantou a bandeira. Gol legal que poderia nos levar à classificação. Foi um dia tão negro que o bandeira errou a favor do adversário. Errou em um lance crucial do jogo. Geralmente eles erram a favor do time da casa. Mas hoje nem isso aconteceu”, lamentou-se o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.