Empate em 1 a 1 na Arena do Jacaré mantém invencibilidade palmeirense, enquanto o Cruzeiro ainda não venceu no Brasileiro

nullNão foi dessa vez que saiu a primeira vitória do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, já o Palmeiras conseguiu somar um ponto fora de casa, diante de um dos candidatos ao título da competição. O esultado de 1 a 1, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, com gols de Anselmo Ramon e Luan, demonstrou bem o que foi o futebol apresentado pelas duas equipes.

Embora mais presente no ataque e com mais posse de bola, o Cruzeiro não conseguiu colocar o ritmo que é acostumado e vai tentar sua primeira vitória diante do Fluminense, no Rio de Janeiro. “O resultado não foi bom, criamos muitas chances, fizemos por merecer, no segundo só o Cruzeiro jogou. O Palmeiras deu apenas um chute e fez o gol. Agora é trabalhar para conseguir a nossa primeira vitória”

O Palmeiras, por outro lado, se mostrou satisfeito com o resultado conquistado fora de casa. O goleiro Marcos fez elogios ao Cruzeiro e valorizou o empate contra o time mineiro. "O Cruzeiro tem um grande elenco, de qualidade. Uma hora tem alguém de qualidade, aí sai para entrar um que cruza bem. São muitas opções. Então a gente sai satisfeito com esse empate, pois o time do Cruzeiro é um dos melhores do Brasileiro", disse o arqueiro palmeirense. Com a igualdade, o time comandado por Felipão segue invicto e tem ótima chance de somar mais três pontos na próxima rodada, quando recebe o Atlético-PR, no Canindé.

O jogo

Jogando fora de casa contra um time veloz, Felipão armou sua equipe para tirar a velocidade do Cruzeiro, ponto forte do time de Cuca. Assim, mesmo com três atacantes, com Thiago Ribeiro e Wallyson pelas pontas e Brandão centralizado. Tanto que as melhores chances cruzeirenses no primeiro tempo foram com chutes de fora da área, primeiro com Walysson, que acertou a trave, e depois com Brandão, que chutou para fora. 

Com Kléber isolado no ataque, o Palmeiras não conseguia criar boas jogadas. Tanto que a única defesa de Fábio no primeiro tempo foi para cortar um cruzamento. Já a defesa do Palmeiras seguia bem postada, com destaque para Thiago Heleno. Revelado pelo Cruzeiro e natural de Sete Lagoas, local da partida, o zagueiro do Palmeiras não perdeu uma disputa de bola na primeira etapa. Marcos foi mais exigido do que o goleiro cruzeirense, principalmente em chute de Gilberto, que o arqueiro palmeirense se esticou para defender. 

O esquema com três atacantes e um fixo na área não funcionou e Cuca resolveu apostar em Anselmo Ramon. E no primeiro lance do segundo tempo o lance mais incrível da partida. Márcio Araújo e Gabriel Silva falharam e Wallyson ficou sozinho com Marcos. Mas o atacante do Cruzeiro rolou para o companheiro que estava melhor colocado. Talvez pela ansiedade da estreia, mas Anselmo Ramon se embolou com a bola e perdeu um gol sem goleiro. 

O castigo cruzeirense ocorreu aos 14 minutos, quando Luan acertou uma belo chute, sem chances para o goleiro Fábio. Era tudo que o Palmeiras esperava, fazer 1 a 0 e recuar o time ainda mais. Antes da entrada do volante Chico no lugar de Tinga, o Palmeiras quase levou o empate. O paraguaio Ortigoza, ex-Palmeiras, tocou por cima de Marcos, aos 23 minutos. 

Apesar da entrada de mais um volante no Palmeiras, o Cruzeiro encontrou mais espaço para jogar e chegou ao empate aos 28 minutos, na única bola cruzada na área que Thiago Heleno não conseguiu cortar. Gil desviou no primeiro pau e Anselmo Ramon apareceu sozinho para empatar. Nos minutos finais o Cruzeiro pressionou o Palmeiras e Marcos mostrou mais uma vez sua condição de grande goleiro. Mas no fim das contas o empate em 1 a 1 foi a mais justo pelo futebol apresentado pelas duas equipes. 

FICHA TÉCNICA – CRUZEIRO 1 X 1 PALMEIRAS

Local : Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Data: 29 de maio de 2011, quinta-feira
Horário : 16h (horário de Brasília)
Renda: R$ 147.838,25
Público: 9.080 pagantes
Árbitro : Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes : Marrubson Freitas (DF) e Thiago Brigido (CE)
Cartões Amarelos : Thiago Ribeiro e Gil (CRU); Luan e Márcio Araújo (PAL)

GOLS:
CRUZEIRO : Anselmo Ramon, aos 28 minutos do segundo tempo
PALMEIRAS : Luan, aos 14 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Marquinhos Paraná, Léo, Gil e Gilberto; Leandro Guerreiro, Henrique e Montillo; Thiago Ribeiro (Ortigoza), Brandão (Anselmo Brandão) e Wallyson (Everton). Técnico: Cuca

PALMEIRAS : Marcos; Cicinho, Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga (Chico) e Luan (Adriano); Patrik e Kleber (Dinei). Técnico: Luiz Felipe Scolari

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.