Tamanho do texto

Jogadores com mais de 400 jogos ou 100 gols serão homenageados na Toca da Raposa II

Muitos torcedores tentam montar a escalação ideal de seu time, com os ídolos do passado e do presente lado a lado. E o Cruzeiro reunirá na próxima terça-feira os principais nomes de sua história na Toca da Raposa II. O clube mineiro lancará um "Hall da fama" em seu Centro de Treinamento para homenagear os jogadores com mais de 400 jogos ou 100 gols com a camisa celeste.

Leia também: Cruzeiro faz treino para vítimas das chuvas em Minas Gerais

Ao todo, 25 craques que escreveram seus nomes na história do clube estarão no Hall da fama. Sete já faleceram (Niginho, Bengala, Alcides, Raimundinho, Roberto Batata, Adelino e Pedro Paulo) e serão representados por seus familiares no evento. Do atual elenco, apenas o goleiro Fábio , com 422 jogos, receberá a homenagem. Ídolos das principais conquistas cruzeirenses estarão reunidos. Da geração brilhante das décadas de 60 e 70, o ex-goleiro Raul Plassmann, o ex-atacante Tostão e o genial Dirceu Lopes estão na lista.

"Recordar é viver. Fico muito feliz com essa homenagem do Cruzeiro, reconhecendo o que fizemos pelo clube ao longo de muitos anos. Será uma boa oportunidade para reencontrar amigos. Acaba passando um filme na nossa cabeça", afirmou Dirceu Lopes, que disputou 610 jogos pelo time mineiro e marcou 228 gols.

Além de Dirceu Lopes, somente três atletas preenchem os dois requisitos para estar no Hall da Fama: o ex-atacante Palhinha, que disputou 457 jogos e marcou 156 gols, o ex-lateral Nelinho, com 411 jogos e 104 gols, e o ex-ponta Joãozinho, que vestiu a camisa celeste em 485 jogos e marcou 119 gols.

Palhinha confirmou presença no evento. "Nasci e fui criado no Cruzeiro. Fico feliz por ter jogado ao lado de craques que conquistaram títulos importantes para o time. Meu nome estará ao lado de gigantes do futebol mineiro e isso me deixa muito feliz", avaliou Palhinha.

Piazza (esquerda) e Raul Plassmann (destaque) estarão no Hall da Fama do Cruzeiro
Vipcomm
Piazza (esquerda) e Raul Plassmann (destaque) estarão no Hall da Fama do Cruzeiro

Dos ídolos mais recentes, o atacante Marcelo Ramos marcou 163 gols com a camisa azul e descreve a sensação de voltar a Toca da Raposa II. "Tenho um carinho especial pelo Bahia, que me revelou. Mas no Cruzeiro eu conquistei os principais títulos, fiz gols importantes. Uma sensação de dever cumprido pisar novamente na Toca, rever amigos com os quais eu vivi momentos especiais da minha vida", afirmou o atacante que esteve presente na vitoriosa geração da década de 90.

Marcelos Ramos marcou o gol do título da Copa do Brasil em 1996 e foi titular na conquista da Libertadores de 1997. "Foram muitos os gols decisivos. Estou muito feliz por ter esse reconhecimento da diretoria", disse o atacante.

Confira a lista dos 25 atletas que estarão no Hall da Fama:
Zé Carlos, Dirceu Lopes, Piazza, Raul, Eduardo Amorim, Vanderlei, Joãozinho, Palhinha, Ademir, Ricardinho, Adelino, Vavá, Darci Menezes, Fábio, Pedro Paulo, Tostão, Niginho, Bengala, Marcelo Ramos, Ninão, Alcides, Raimundinho, Roberto Batata, Evaldo e Nelinho

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e opine sobre o Hall da Fama