Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro perde mandos de campo por problemas no clássico mineiro

Bomba foi atirada no gramado pela torcida celeste no jogo que valeu a permanência na 1ª divisão

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

null

O clássico entre Cruzeiro x Atlético-MG ainda dá o que falar em Minas Gerais. Depois das suspeitas de que o jogo teria sido entregue pelo lado alvinegro para o maior rival, mais uma polêmica fora dos gramados ainda repercute. Em julgamento nessa quarta-feira, o time celeste perdeu o mando de campo em duas partidas por conta de problemas durante o jogo.

Mercado da bola: veja as principais transferências do futebol brasileiro

A Arena do Jacaré recebeu apenas torcedores cruzeirenses na última rodada do Brasileirão, já que o time azul era o mandante. E a festa nas arquibancadas foi bonita, sendo recompensada por uma histórica goleada de 6 x 1. Mas uma bomba foi atirada no gramado no segundo tempo da partida e, por pouco, não atingiu o goleiro atleticano Renan Ribeiro. Além da bomba, outros objetos foram arremessados no gramado e o juiz da partida, Marcelo de Lima Henrique, acabou relatando os incidentes na súmula.

Leia também: Cruzeiro explica propostas por Montillo e mantém valor irredutível

Vipcomm
Torcida do Cruzeiro lotou a Arena do Jacaré, mas atirou objetos no gramado

No julgamento no STJD, o Cruzeiro foi condenado com base no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo".

A pena tem uma multa de vinte mil reais, além da perda do mando de campo de duas partidas em competições organizadas pela CBF. Isso significa que o time mineiro terá que realizar seus dois primeiros jogos na Copa do Brasil de 2012 em um estádio que fica a, pelo menos, 150 quilômetros de Belo Horizonte. A decisão ainda cabe recurso, mas o novo julgamento só poderá ser feito em 2012, já que o Tribunal só volta as suas atividades no ano que vem.

O Cruzeiro estreia na Copa do Brasil contra o Rio Branco, do Acre, no dia 22 de março. Caso passe da primeira fase, encara o vencedor do duelo de Chapecoense e São Raimundo-AM. O Ipatingão, em Ipatinga, e o estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, são as opções caso a decisão seja mantida.

Suspenso
Além do mando de campo, o Cruzeiro também perdeu o atacante Wellington Paulista para a estreia da Copa do Brasil. O jogador foi expulso no segundo tempo do clássico e pegou a pena mínima de um jogo de suspensão. Como o Brasileirão acabou logo depois do clássico, deverá cumprir na Copa do Brasil.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a decisão do STJD

Leia tudo sobre: Atlético-MGCruzeiroBrasileirão 2011Werley

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG