Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro massacra o América-TO e fica perto da final do Mineiro

Com show de Montillo, autor de três gols, time celeste pode perder por até sete gols que estará na final

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

O Cruzeiro não teve a menor dificuldade para golear o América de Teófilo Otoni, por 8 a 1, e praticamente garantir uma vaga na final do Campeonato Mineiro. Mesmo jogando no campo do adversário, o time cruzeirense foi superior do primeiro ao último minuto, com destaque para mais uma grande atuação do meia Montillo. O argentino do Cruzeiro fez três gols, fato inédito desde que chegou ao clube, e ainda deu o passe para o gol de Henrique. O zagueiro Léo, duas vezes, o lateral-esquerdo Gilberto e o atacante Wallyson completaram o placar. Wellington Bruno fez o de honra para o time local.

AE
Montillo marcou três na goleada do Cruzeiro

O jogo

Apesar da vantagem de jogar por dois empates, o Cruzeiro não foi cauteloso. O time de Cuca entrou para decidir o jogo e nos primeiros minutos já pressionava o América-TO. A equipe de casa, aliás, não ameaçou a vitória celeste em nenhum momento. O primeiro gol até que demorou para sair. Mesmo superior, o Cruzeiro só fez o primeiro aos 21 minutos, com volante Henrique, da entrada da área. Ainda no primeiro tempo, dez minutos depois, veio o segundo gol. Depois de ótima trama do ataque celeste, Gilberto ficou sozinho na pequena área para apenas empurrar a bola para dentro do gol.

A chuva de gols foi no segundo tempo. Foram seis gols marcados pelo Cruzeiro e mais um do América-TO. O zagueiro Léo, que estava no lugar do machucado Victorino, marcou duas vezes. Ambas em cruzamentos do meia Roger e de cabeça, aos nove e 16 minutos. A cada gol cruzeirense, a facilidade para chegar ao gol de Fábio Noronha ficava maior, enquanto seu xará, o Fábio do Cruzeiro, pouco participava do jogo.

Aos 18 minutos mais um gol do Cruzeiro, o primeiro de Montillo na noite. O camisa 10 marcou depois de outra bela troca de passes do time celeste. Dois minutos depois, outro camisa 10, o do América-TO, fez um belo gol. Wellington Bruno acertou um chute de fora da área e evitou sua substituição, já preparada pelo técnico Gilmar Estevam. Depois do gol, Wellington ficou em campo e Rogélio Ávila deu lugar a Chrys.

Aos 30 minutos o meia Montillo sofreu pênalti, que ele mesmo cobrou, apesar do pedido feito pelo atacante Wallyson. Mas o grande lance do argentino foi três minutos depois. O jogador cruzeirense colocou a mão na bola, mas como o árbitro nada marcou, ele ficou sozinho com o goleiro Fábio Noronha e fez um belo gol de cobertura.

Mas não satisfeito em repetir o placar do Atlético-MG, que na semana anterior tinha feito 7 a 1 no próprio América-TO, o Cruzeiro buscava o oitavo gol. Wallyson esteve perto aos 37 minutos, quando acertou uma bola no travessão, mas só marcou aos 40, de pênalti. Com o resultado de 8 a 1, o Cruzeiro pode até perder por sete gols de diferença, no domingo, na Arena do Jacaré, que vai estar na final do Campeonato Mineiro. Agora é concentrar na Libertadores e aguardar pelo duelo entre América-MG e Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA – AMÉRICA-TO 1 X 7 CRUZEIRO
Local:
Estádio Nassri Mattar, em Teófilo Otoni-MG
Data: 23 de abril de 2011, sábado
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Renda: R$ 91.910,00
Público: 3.389 pagantes
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (ASP. FIFA/AL)
Assistentes: José Ricardo Maciel Linhares (CBF/ES) e Paulo César da Silva Faria (CBF/MT)
Cartões Amarelos: Leandrinho, Araújo e Jonatas Obina (ATO); Montillo, Fábio e Gil (CRU)
Cartão Vermelho: Luis Henrique (ATO)

GOLS:
AMÉRICA-TO: Wellington Bruno, aos 22 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Henrique, aos 21, Gilberto, aos 31 minutos do primeiro tempo; Léo, aos 9 e aos 16, Montillo, aos 18, aos 30 e aos 33, Wallyson, aos 40 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-TO: Fábio Noronha; Luis Henrique, Júnior Pereira e Rodrigo Senna; Osvaldir, Luizinho, Cássio (Leandrinho), Wellington Bruno e Bruno Barros; Rogélio Ávila (Chrys) e Jonatas Obina. Técnico: Gilmar Estevam

CRUZEIRO: Fábio; Pabl0o (Leandro Guerreiro), Léo, Gil e Gilberto; Marquinhos Paraná, Henrique, Roger (Everton) e Montillo; Wallyson e Thiago Ribeiro (Farías). Técnico: Cuca

Leia tudo sobre: CruzeiroCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG