Tamanho do texto

No primeiro treinamento, técnico usou várias expressões diferentes e jogadores não entenderam

Pela primeira entrevista coletiva de Joel Santana no Cruzeiro , deu para perceber que o treinador tem um vocabulário diferente, utilizando expressões não tão comuns aos mineiros. E no primeiro treino à frente do time, os jogadores custaram a compreender alguns pedidos do técnico.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O argentino Montillo , que tem evoluído muito na língua portuguesa desde que chegou ao time no ano passado, confessa que não entendeu algumas coisas. “Cada um fala como quer. Eu ainda não consigo entender algumas coisas que ele está falando”, revelou o argentino.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Uma das expressões usadas por Joel que mais chamou a atenção foi “tourear”, ao pedir para os jogadores apertarem a marcação e desarmarem na hora certa. “Acho que era para dar o bote na hora certa, esperar que o adversário segure, dar tempo para a equipe se aproximar para marcar. Cada treinador tem umas coisas que leva com ele, estamos pegando isso dele”, tentou explicar Diego Renan.

A marcação parece mesmo ser uma das principais preocupações de Joel nesse primeiro momento no Cruzeiro. O treinador pedia para os "pit bulls" (jogadores) reduzirem o espaço no sistema defensivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.