Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro goleia o Estudiantes em estreia de gala na Libertadores

Argentino Montillo e atacante Wallyson marcaram duas vezes cada e foram os destaques da goleada celeste

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

A Copa Libertadores de 2011 não poderia ter começado melhor para o Cruzeiro. Em uma noite muito inspirada, o time celeste goleou o Estudiantes, da Argentina, por 5 a 0, na Arena do Jacaré, pelo Grupo 7. A vitória esteve diretamente relacionada às mudanças que o técnico Cuca promoveu na equipe depois do clássico contra o Atlético. O argentino Montillo brilhou contra seus compatriotas e marcou duas vezes, assim como Wallyson, que mostrou que tem estrela. Para a torcida, o triunfo foi uma revanche pela perda do título da Libertadores de 2009, para o mesmo adversário.

O clima de rivalidade era evidente em Sete Lagoas antes do jogo. O Estudiantes foi muito vaiado quando entrou em campo para se aquecer. O principal alvo da hostilidade dos torcedores foi o meia Verón, que mais uma vez ostentou a braçadeira de capitão. Do lado azul, o técnico Cuca surpreendeu a todos e montou um time bem ofensivo, com Roger e Montillo na armação das jogadas. No ataque, Wallyson começou como titular. E a estratégia do treinador celeste funcionou cedo.

O jogo
Logo no primeiro minuto de jogo, o atacante Wallyson, que fazia sua primeira partida como titular, recebeu passe de Wellington Paulista na entrada da área. Mostrando muita confiança, o jogador arriscou. A bola bateu na zaga argentina e encobriu o goleiro Orión. O “caldeirão” ferveu pela primeira vez na Libertadores, com a torcida cruzeirense enlouquecida.

O meia Verón tentou dar o troco, mostrando muita categoria ao aproveitar uma saída mal feita de Fábio. O chute por cobertura não entrou porque a defesa fez bem a cobertura. Mas, logo em seguida, ficou claro que Cuca realmente acertou na escalação da equipe. Em contra-ataque rápido, o meia Montillo passou a bola por entre as pernas de Braña e lançou Roger em velocidade. O armador mostrou toda sua categoria para driblar um defensor e bater com a perna direita (que não é a boa), para ampliar e incendiar a Arena do Jacaré.

O terceiro gol esteve muito perto dos pés de Montillo em duas oportunidades desperdiçadas. Mas o argentino não deu mais chances para o azar. Depois de uma bela jogada desde a saída de bola, Roger cruzou para o camisa 10, que driblou o goleiro e tocou para as redes vazias. No final da primeira etapa, destaque para o lindo chapéu de Roger usando o calcanhar.

Milton Trajano
No duelo de argentinos na Libertadores, Montillo levou a melhor sobre Verón
Segundo tempo
O argentino Montillo mostrou que a noite era mesmo cruzeirense logo no início da segunda etapa. Aproveitando uma sobra de bola da defesa do Estudiantes, o meia acertou lindo chute. de primeira, vencendo novamente Orión.

A partir daí, o Cruzeiro colocou os argentinos na roda, com a torcida gritando "Olé". Fábio ainda teve tempo de fazer uma grande defesa e impedir o gol de honra do Estudiantes. Já no apagar das luzes, Wallyson fez o quinto para completar a festa em Sete Lagoas.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 5X0 ESTUDIANTES (ARG)

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 16 de fevereiro de 2010, na quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (Fifa-PAR)
Assistentes: Milcíades Saldívar (PAR) e Carlos Cáceres (PAR)
Renda: R$ 377.267,00
Público:
10.955 pagantes
Cartões amarelos: Wellington Paulista, Marquinhos Paraná (CRU), Braña, Desábato, Federico Fernández, Nelson Benítez (EST)
Gols: Wallyson, no primeiro minuto do primeiro tempo e aos 37 minutos do segundo tempo, Roger aos 18 minutos do primeiro tempo, Montillo aos 39 minutos do primeiro tempo e 14 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO - Fábio; Pablo, Mauricio Victorino, Gil e Gilberto (Diego Renan); Marquinhos Paraná, Henrique, Roger (Dudu) e Montillo; Wallyson e Wellington Paulista (Thiago RIbeiro)
Técnico: Cuca

ESTUDIANTES (ARG) - Orión; Federico Fernández, Desábato, Germán Re e Gabriel Mercado; Rodrigo Braña, Leandro Benítez, Nelson Benítez (Nuñez) e Verón; Enzo Pérez e Gastón Fernandez (Lopez)
Técnico: Eduardo Berizzo

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011Estudiantes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG