Argentino Montillo alcançou marca de maior goleador com dois gols na última partida pelo Mineiro

O argentino Montillo segue conquistando cada vez mais a torcida do Cruzeiro . Com os dois gols marcados na vitória sobre o Democrata-GV no último sábado, o camisa 10 se tornou o estrangeiro com o maior número de gols com a camisa celeste. No próximo jogo do clube no Mineiro, Montillo receberá uma homenagem da diretoria.

Leia também: Anselmo Ramon homenageia Sócrates com passes de calcanhar

Com os dois gols contra o Democrata-GV, Montillo chegou aos 30 e superou a marca do colombiano Aristizabal , que havia marcado 28 vezes no vitorioso time que conquistou a Tríplice Coroa em 2003. Entretanto, logo surgiu uma polêmica sobre quem seria o maior artilheiro do clube, já que o espanhol Fernando Carazo havia marcado 44 vezes quando o time ainda se chamada Palestra Itália de 1927 a 1942.

Para acabar com a polêmica, a diretoria cruzeirense resolveu homenagear os dois jogadores: o maior artilheiro da história do Cruzeiro (já com esse nome depois da mudança após a 2ª guerra mundial), que é Montillo, e o maior artilheiro da história do Palestra Itália, Fernando Carazo.

Carazo faleceu em 1986 e será representado na homenagem por seus familiares. "Quando era jogador, meu pai ia a pé do bairro Floresta, onde ficava a carpintaria dele, até o Barro Preto, para treinar pelo Palestra Itália. Trabalhava como carpinteiro também no Colégio Estadual Central, no bairro de Lourdes. Ele exerceu a profissão até os 80 anos de idade, dois anos antes de falecer", explica o filho Edmundo Carazo em entrevista ao site do Cruzeiro.

A homenagem será feita antes da partida contra o América-TO, no próximo sábado, em Sete Lagoas. A expectativa é que Montillo receba uma placa comemorativa pelos 30 gols marcados com a camisa azul.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a homenagem aos estrangeiros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.