Tamanho do texto

Apesar da necessidade de vitória no Estadual, elenco já pensa no duelo contra o Tolima, pela Libertadores

Wellington Paulista acredita que vitória no Estadual pode embalar time na Libertadores
Vippcom
Wellington Paulista acredita que vitória no Estadual pode embalar time na Libertadores
Em terceiro lugar no Campeonato Mineiro, o Cruzeiro visita nesse sábado, às 16h, o América-TO, em Teófilo Otoni. O time sabe da necessidade de uma vitória no Vale do Mucuri, até para conseguir uma classificação que lhe renda a vantagem de dois empates na próxima fase. Entretanto, o jogo que não sai da cabeça dos jogadores é contra o Deportes Tolima, na próxima quarta-feira, em Ibague, na Colômbia, pela Libertadores.

O América-TO ainda não perdeu nessa edição do Campeonato Mineiro, com uma vitória e três empates. Durante a semana, muito se falou sobre as precárias condições do gramado do estádio Nassri Mattar, mas o técnico do Cruzeiro, Cuca, preferiu ressaltar a qualidade do adversário. “Não conheço o gramado e sim a qualidade do adversário que está invicto, venceu uma e empatou três. Será um jogo muito difícil”, afirmou o treinador cruzeirense.

Apesar do discurso ensaiado que todos estão focados na partida contra o América-TO, pelo Campeonato Mineiro, vários jogadores já falaram sobre o confronto contra o perigoso Deportes Tolima, da Colômbia, que eliminou o Corinthians na Libertadores.

“Na Colômbia, temos um jogo de Libertadores, totalmente diferente desse jogo contra o América-TO. Vamos tratando jogo a jogo. Não podemos ir para o jogo contra o América-TO pensando no jogo de quarta-feira. Isso pode atrapalhar a gente. Trabalhos em cima do próximo jogo”, disse o armador Roger.

Já o atacante Wellington Paulista reconhece que a prioridade nesse início de temporada é mesmo a Libertadores, mas sem deixar o Campeonato Mineiro de lado. “Se a gente perder o Mineiro, a cobrança vem do mesmo jeito. No ano passado a gente perdeu a semifinal para o Ipatinga, e a cobrança veio muito mais forte. Lógico que a gente prioriza um pouco a Libertadores, mas também estamos focados no Mineiro”, disse o camisa 9.

Para o atacante, uma vitória pelo Estadual pode dar mais gás para o time no decisivo duelo de Ibague. “Vamos ver se a gente consegue vencer esse jogo contra o América-TO para ir com moral para a Colômbia”, disse o centroavante.

Depois do duelo contra o América-TO, nesse sábado, os jogadores ganham folga no domingo. A delegação segue para a Colômbia na segunda-feira pela manhã. O time faz um treino de reconhecimento no gramado do estádio Manuel Murillo Toro na próxima terça-feira.

Histórico
Essa será apenas a segunda vez na história que o Cruzeiro encara o América-TO. No Campeonato Mineiro do ano passado, os dois times se enfrentaram no Mineirão, com vitória cruzeirense por 2 a 1, com gols de Roger e Kléber. Apesar de nunca ter enfrentado o América-TO no Vale do Mucuri, o Cruzeiro já passou pela região. Em 1950, o time azul disputou dois amistosos contra o Atlético-TO e venceu ambos, com placares de 2 a 1 e 3 a 2.


FICHA TÉCNICA – AMÉRICA-TO X CRUZEIRO
Local: Estádio Nassri Mattar, em Teófilo Otoni (MG)
Data: 26 de fevereiro de 2011, no sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Souza Santiago e Celso Luiz da Silva

AMÉRICA-TO: Fábio Noronha, Osvaldir, Luis Henrique, Junior Pereira e Jadson; Bruno Barros, Leandrinho, Felipe Dias e Wellington Bruno; Chrys e Jonatas Obina
Técnico : Gilmar Estevam

CRUZEIRO: Fábio, Pablo, Gil, Victorino e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Henrique, Roger e Montillo; Wallyson e Wellington Paulista
Técnico : Cuca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.