Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro encara "maldição dos oito anos" para não ser rebaixado

Cinco equipes foram para a segunda divisão oito anos depois de serem campeãs do Brasileirão

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro terá um desafio a mais nesse domingo para escapar do rebaixamento no Brasileirão. Além de ter que vencer o Atlético-MG ou torcer contra Ceará e Atlético-PR, o time azul se vê obrigado a enfrentar a temida "maldição dos oito anos", que amedronta os torcedores celestes. Cinco equipes que disputam a primeira divisão foram rebaixadas oito anos depois de serem campeãs do Brasileirão. Como o Cruzeiro levantou a taça em 2003...

Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileirão. Veja a classificação atualizada

A chamada maldição dos oito anos começou a fazer suas vítimas com o Coritiba. O time paranaense foi campeão brasileiro em 1985 e caiu em 1993. O Palmeiras, com um time repleto de craques, venceu o Brasileirão em 1994 e experimentou a segunda divisão em 2002. Já o Grêmio foi o melhor time do país em 1996 e foi rebaixado em 2004. O Corinthians, campeão em 1999, fez sua fiel torcida sofrer em 2007 e foi para a Série B. O Vasco, que levou a Copa João Havelange em 2000, foi o último a ser "atacado" pela maldição e desceu em 2008.

Leia também: Técnico do Cruzeiro só venceu o Atlético-MG uma vez em 21 anos

Em 2003, o Cruzeiro foi, sem dúvidas, a melhor equipe do futebol brasileiro. Venceu a chamada "Tríplice Coroa", conquistando o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Esse feito ainda não foi repetido por nenhum time do país. Entretanto, oito anos depois, a maldição volta a amedrontar e o time azul chega à última rodada do Brasileirão ameaçado de rebaixamento.

O técnico Vágner Mancini prefere encarar o problema de frente ao invés de mudar de assunto. "Rebaixamento é possível e temos que conviver com isso. Não da para esconder, existe isso. Mas temos que brigar. O problema existe em qualquer âmbito nas nossas vidas. Ou você enfrenta ou terá muito mais dificuldades. Não dá para jogar a sujeira para baixo do tapete. Tem que fazer a faxina", afirmou o treinador.

Para não cair, o Cruzeiro precisa vencer o Atlético-MG, nesse domingo, às 17h, na Arena do Jacaré. Se não conseguir realizar essa tarefa, tem que torcer por tropeços de Ceará e Atlético-PR, concorrentes diretos na luta contra a degola.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a chamada "maldição dos oito anos"

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG