Dois times estão pressionados e lutam para evitar o fantasma do rebaixamento no Brasileirão

O clima promete ser de tensão no clássico entre Cruzeiro e América-MG , nesse domingo, às 18h, na Arena do Jacaré. Isso porque os dois times enfrentam um momento complicado no Brasileirão. O Cruzeiro já não vence há quatro rodadas e vê a zona da degola se aproximar perigosamente. Já o América-MG é o lanterna da competição e precisa respirar na tabela.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

A semana no Cruzeiro foi turbulenta depois da polêmica envolvendo Gilberto , que se sentiu incomodado com as críticas da torcida e pediu que outros colegas de time também fossem cobrados. O presidente Zezé Perrella visitou a Toca da Raposa II e cobrou uma reação imediata do grupo .

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

O craque Montillo pediu união do grupo para superar a fase complicada . O jogador pregou respeito ao adversário. “Temos que respeitar os jogadores deles. Estão passando por uma fase ruim como a nossa. Mas não podemos olhar o que eles vão fazer e sim o que nós vamos fazer em campo”, afirmou o argentino.

O técnico Emerson Ávila acredita que o América-MG tem feito bons jogos e afirmou que o clima no Cruzeiro não é ruim. “Sabemos das qualidades do América, um time que vem fazendo bons jogos e muitos gols. O clima aqui é tranqüilo, os jogadores estão à vontade. Todos têm problemas particulares, mas esses problemas não podem interferir dentro de campo”, avaliou o treinador.

André Dias (esquerda) passou pelo Cruzeiro nessa temporada e é esperança de gols do América-MG
AE
André Dias (esquerda) passou pelo Cruzeiro nessa temporada e é esperança de gols do América-MG
Para a partida, Emerson Ávila perdeu Fabrício, Leandro Guerreiro e Léo, suspensos, e Gilberto, contundido. Por outro lado, conta com o retorno de Fábio, Diego Renan, Charles, Marquinhos Paraná e Victorino. O goleiro cruzeirense deve usar uma proteção na cabeça por conta da pancada que sofreu no local na partida contra o Fluminense.

No América-MG, a partida é tida como fundamental para uma reação no Brasileirão. O atacante André Dias , que passou pelo Cruzeiro ainda nessa temporada, não encara a partida como uma vingança ao clube no qual teve poucas oportunidades.

“Futebol tem dessas coisas. Fui campeão mineiro com o Cruzeiro sem ser bem aproveitado e até pensei em parar de jogar futebol. Mas o futebol muda e estou vivendo uma nova fase aqui no América. Minha preocupação é ajudar o time, fazendo gols ou não”, afirmou o atacante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.