Time carioca é o melhor mandante do Brasileirão, mas mineiros pensam em vitória para evitar sufoco

O Cruzeiro tem uma parada difícil depois de conseguir sua primeira vitória no returno do Brasileirão. O time mineiro visita o Botafogo no Rio de Janeiro, time de melhor campanha como mandante na competição. Os cruzeirenses sabem das dificuldades que terão no Engenhão, mas só pensam em vencer para evitar sufoco na reta final do torneio.

Cruzeiro é o 15º colocado no Brasileirão. Veja a classificação completa

O Botafogo tem um ótimo retrospecto diante do seu torcedor no Engenhão: em quinze jogos, venceu dez, empatou quatro e foi derrotado apenas uma vez (2 x 0 para o Corinthians). Isso significa um aproveitamento de 75,56%. Por outro lado, a campanha do Cruzeiro como visitante não é nada animadora: em quinze jogos, foram três vitórias, três empates e nove derrotas (apenas 26,67%¨de aproveitamento).

Leia também: Cruzeiro se inspira na garra latina para fugir do rebaixamento

Os números não incomodam o técnico Vágner Mancini , que promete um time agredindo o Botafogo no Engenhão. "Não gosto de jogar fora de casa esperando lá atrás. Isso dá um campo muito grande para o adversário. Se toma um gol muda tudo e para virar pode demorar. Vamos dar uma boa analisada no time deles para elaborar a estratégia certa", ponderou o treinador.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba notícias do seu time em tempo real

Para Mancini, o fato do Botafogo ter perdido a última partida para o Avaí pode trazer pressão para o time de Caio Júnior, que luta pelo título. "Vamos enfrentar um time que pode entrar em campo sob pressão.  O Engenhão não oferece futebol bonito. Mas a situação do Cruzeiro é emergente. Se formos um adversário difícil, a torcida do Botafogo vai exercer a pressão e podemos tirar proveito disso", avaliou.

O treinador cruzeirense quer vitórias imediatas para evitar o sufoco nos jogos finais do Brasileirão. "Estavamos vendo a sequência das outras equipes e todos os adversários são duros nesse momento. Daqui a pouco entramos nos últimos cinco jogos e os times passam a arriscar demais. Isso torna as partidas mais perigosas. O quanto antes chegarmos em uma zona de segurança, melhor", concluiu Vágner Mancini.

Tabu
O Cruzeiro nunca venceu o Botafogo no Engenhão. No ano passado, o clube mineiro empatou em 2 x 2 com dois gols de Montillo, um deles um golaço. A partida teve arbitragem polêmica, quando um gol de Farías foi mal anulado e um pênalti foi marcado a favor do Botafogo de forma irregular.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente o desafio do time no Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.