Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro derrota o Villa Nova com gols de Walter e Montillo

Equipe cruzeirense chega a 15 pontos e continua na cola do rival Atlético-MG na disputa do Estadual

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

E como já era esperado antes mesmo do começo do Campeonato Mineiro, os rivais Cruzeiro e Atlético-MG estão na ponta da competição. Enquanto o time alvinegro soma seis vitórias em seis rodadas, a equipe cruzeirense bateu o Villa Nova por 2 a 0, neste domingo, na Arena do Jacaré, e chegou a cinco triunfos consecutivos. O Cruzeiro chegou aos 15 pontos , assim como o América-MG , mas tem saldo de 11 gols, contra oito do rival.

Veja também: Confira a classificação atualizada do Campeonato Mineiro

Os gols que garantiram mais uma vitória para o Cruzeiro, a sexta seguida no ano, contando a estreia na Copa do Brasil, foram marcados por Walter e Montillo . Ausente no jogo disputado no Acre, na última quarta-feira, o argentino foi o grande nome da partida. Sempre dos pés dele saíram as jogadas mais perigosas, como o passe para o gol de Walter.

A tarde só não foi melhor para o atacante, que marcou pela primeira vez com a camisa celeste, por conta do cartão vermelho recebido aos 34 minutos do segundo tempo. O Cruzeiro já vencia por 2 a 0, mas o atacante colocou a mão na bola e recebeu o segundo amarelo. Ele vai desfalcar o time na próxima rodada, contra a Caldense, em Poços de Caldas.

Já o Villa Nova continua com os sete pontos, depois de perder a segunda partida seguida. A chance da recuperação vai ser no próximo domingo. Depois de ser derrotado por América-MG e Cruzeiro, ambos na Arena do Jacaré, a equipe de Nova Lima conta com Alçapão do Bonfim para bater um time da capital, o Atlético-MG.

O jogo

Sem contar com Roger, vetado por conta de uma lesão na panturrilha , Vágner Mancini manteve o esquema com três atacantes, que funcionou muito bem diante do Rio Branco-AC. No entanto com Leandro Guerreiro e Everton na marcação, a defesa ficou desprotegida. Tanto foi que em menos de dez minutos o Villa Nova teve duas oportunidades claras.

Aos três o atacante Eliandro ficou sozinho com Fábio, mas o camisa 1 do Cruzeiro cresceu e evitou o primeiro gol. Depois foi a vez do lateral-artilheiro Alex Santos perder uma chance incrível. Apesar de ter quatro gols no Estadual, ele não aproveitou a oportunidade mais clara que teve até o momento. Gílson saiu jogando errado e Eliandro aproveitou para puxar o contra-ataque. O camisa do Villa tirou de Fábio e deixou o lateral com o gol aberto, mas o chute foi por cima do gol.

Depois de tomar dois sustos o Cruzeiro acordo e começou a tomar conta do meia. A saída de Anselmo Ramon, contundido, para entrada de Rudnei também fez bem ao time. Bem protegido o Cruzeiro não deixou espaços e passou a jogar no campo de ataque. O goleiro Élisson evitou o primeiro, depois de belo chute de Éverton. Mas ele não conseguiu parar Walter, que concluiu com categoria depois de receber excelente passe de Montillo, aos 34 minutos.

O segundo tempo começou como o segundo, com o Villa Nova criando oportunidades. Estreante da tarde, o técnico Mauro Fernandes trocou um lateral por um atacante e buscou o empate o tempo. Atleta do Cruzeiro, Thiaguinho está emprestado ao Villa e teve a bola do empate. Mas a jovem avançado bateu por cima do gol.

Cada vez mais aberto, o Villa já não criava oportunidades claras e dava os contra-ataques para o Cruzeiro. E foi assim que saiu o segundo gol. Wallyson acertou um belo lançamento e deixou Montillo em bela situação para o arremate. O camisa 10 mostrou a categoria de sempre e sacramentou o resultado, que mantém o Cruzeiro na cola do rival Atlético-MG, de olho na liderança do Estadual.

FICHA TÉCNICA – CRUZEIRO 2 X 0 VILLA NOVA
Local:
Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 11 de março de 2012, no domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Renda: R$ 57.717,00
Público: 3.561 pagantes
Árbitro: Renato Cardoso Conceição (CBF/FMF)
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Vieira Rodrigues
Cartões Amarelos: Léo (CRU); Marcos Pinguim, Higo e Thiaguinho (VIL)
Cartão Vermelho: Walter (CRU)

GOLS:
CRUZEIRO: Walter, aos 38 minutos do primeiro; e Montillo, aos 31 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Marcos, Léo, Victorino e Gilson (Élber); Leandro Guerreiro, Everton e Montillo; Walter, Anselmo Ramon (Rudnei) e Wallyson (Amaral).
Técnico: Vágner Mancini.

VILLA NOVA: Élisson; Heitor, Álvaro (Anderson Toto) e Carciano ; Alex Santos, Marcos Pinguim, Higo, Francismar (Vinícius) e Zé Rodolpho (Thiaguinho); Eliandro e Henrique
Técnico: Mauro Fernandes.

Leia tudo sobre: CruzeiroMineiro 2012Villa Nova

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG