Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro deixa rivalidade e torce pelo América-MG para não cair

Time celeste confia na já rebaixada equipe de Givanildo Oliveira para arrancar pontos do Atlético-PR

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

A penúltima rodada do Brasileirão terá fortes emoções na luta contra o rebaixamento. O Cruzeiro precisa desesperadamente de uma vitória sobre o Ceará, em Fortaleza, para seguir vivo na primeira divisão. Além desse resultado, o placar da partida entre América-MG e Atlético-PR, que será realizada em Uberlândia, também interessa muito aos cruzeirenses. Na Toca da Raposa II, a torcida pelo rival mineiro é aberta.

Cruzeiro é o 16º no Brasileirão. Veja a classificação atualizada

Caso o Cruzeiro vença o Ceará e o Atlético-PR tropece diante do América-MG (empate ou derrota), o time azul estará livre da ameaça de rebaixamento. Por isso, os jogadores assumem que torcerão sim pelo rival da capital nesse duelo. O volante Fabrício acredita no profissionalismo do elenco americano, que já está rebaixado e não tem maiores pretensões na competição.

Leia também: Cruzeiro tem um time de pendurados na reta final do Brasileirão

"Vamos fazer nossa parte contra o Ceará, primeiramente. Não sabemos o dia a dia do América, mas são excelentes profissionais. Vão se dedicar até a última rodada, mesmo rebaixados. É o nome deles em jogo e tem muita gente vendo eles jogarem", afirmou o camisa 5 do Cruzeiro.

O zagueiro Léo disse que tem amigos no América-MG e já conversou com esses jogadores para que eles possam vencer e ajudar o Cruzeiro. "Temos amigos lá. Claro que sempre dou uma cutucada neles, pedindo para dar a vida e ganhar. Eles não tem mais um objetivo, mas é sempre bom dar uma forcinha para ajudar nosso lado. Tomara que consigam um resultado para nos ajudar", disse o defensor cruzeirense.

Veja também: Fabrício diz não se intimidar com estádio lotado e gosta de pressão

O técnico Vágner Mancini afirma que torcerá sim pelo América-MG e lembrou os recentes resultados do time alviverde, quando surpreendeu vários favoritos ao título do Brasileirão. "Vai ter torcida sim. Mas a nossa torcida começa quando fizermos nossa parte. Não dá para torcer e não fazer sua parte. Torcer para que eles vençam o jogo, o que seria interessante para nós. O América, pelo que mostrou nas mãos do Givanildo (Oliveira, técnico), pode vencer qualquer time", concluiu o comandante cruzeirense.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e opine sobre a rivalidade com o América-MG

Leia tudo sobre: CruzeiroAmérica-MGAtlético-PRBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG