Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro consegue vitória suada em Teófilo Otoni

Gol contra nos acréscimos garantiu os três pontos para o time da capital contra o América-TO, fora de casa

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O Cruzeiro teve que insistir até o fim da partida para quebrar a invencibilidade do América-TO no Campeonato Mineiro. O time celeste bateu o adversário por 2 a 1, nesse sábado, em Teófilo Otoni. A vitória só saiu nos acréscimos, com um gol contra de Rodrigo Sena. Agora, o time cruzeirense viaja para a Colômbia para enfrentar o Deportes Tolima, pela Copa Libertadores.

O primeiro tempo começou com as duas equipes se estudando muito, sob forte calor na cidade de Teófilo Otoni. O primeiro chute a gol foi de Henrique, depois de bela jogada pelo lado esquerdo do argentino Montillo.

A segunda chance do Cruzeiro foi ensaiada desde os tempos de Universidad do Chile. Montillo deu grande passe de calcanhar para o uruguaio Victorino, que chegou como elemento surpresa no ataque. O zagueiro até que bateu bem, mas o goleiro Fábio Noronha fez boa defesa. Os dois jogadores foram companheiros no time chileno antes de chegar ao Cruzeiro.

A única chance do América-TO na primeira etapa foi de cabeça. Jádson aproveitou boa cobrança de falta e assustou o goleiro Fábio, do Cruzeiro. Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria sem gols, o talento de Montillo fez a diferença. O camisa 10 recebeu na intermediária e lançou Wallyson por elevação. O artilheiro do Cruzeiro na temporada precisou chutar duas vezes para marcar seu sexto gol em 2011.

Gazeta Press
Wallyson chuta para marcar o primeiro gol do Cruzeiro sobre o América-TO

O segundo tempo começou com o Cruzeiro melhor na partida. Wellington Paulista recebeu sozinho na entrada da área e chutou mal, facilitando a defesa do goleiro Fábio Noronha. Atrás no placar, o América passou a se aventurar mais no ataque. E a estratégia deu certo. Em apagão da defesa cruzeirense, Jonatas Obina penetrou sozinho e bateu com classe para empatar.

Logo após o gol de empate, o América-TO teve um jogador expulso. Wellington Bruno deu carrinho perigoso em Montillo e recebeu o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Cruzeiro partiu para o ataque. Depois de belo passe de Roger, Wallyson demorou muito para finalizar e perdeu boa oportunidade. O segundo gol do Cruzeiro só não saiu em seguida porque o goleiro Fábio Noronha fez linda defesa em um chute forte de Marquinhos Paraná de fora da área.

Na sequência, o argentino Farías, que acabara de entrar na partida, perdeu chance incrível, dentro da pequena área. Novamente o goleiro Fábio Noronha impediu o gol, dessa vez em cima da linha. No fim da partida, o América-TO teve um gol mal anulado, já que o juiz deu impedimento inexistente em Rogério Ávila.

Mas a insistência do Cruzeiro foi premiada já nos acréscimos. Everton fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Rodrigo Sena empurrou contra as próprias redes e determinou a vitória cruzeirense em um gol contra, aos 48 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA – AMÉRICA-TO 1X2 CRUZEIRO

Local: Estádio Nassri Mattar, em Teófilo Otoni (MG)
Data: 26 de fevereiro de 2011, no sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Souza Santiago e Celso Luiz da Silva
Público: Não disponível
Renda: Não disponível
Cartões amarelos: Gil, Victorino, Montillo e Pablo (CRU); Luizinho, Luis Henrique, Osvaldir e Bruno Barros (AME)
Cartão vermelho: Wellington Bruno (AME)

Gols:
Cruzeiro: Wallyson, aos 42 minutos do primeiro tempo e Rodrigo Sena (contra), aos 48 minutos do segundo tempo.
América-TO: Jonatas Obina, aos 12 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-TO: Fábio Noronha, Luis Henrique, Junior Pereira (Chrys) (Rodrigo Sena) e Jadson; Osvaldir, Luizinho, Bruno Barros, Felipe Dias e Wellington Bruno; Rogério Ávila e Jonatas Obina (Diogo Alves)
Técnico: Gilmar Estevam

CRUZEIRO: Fábio, Pablo, Gil, Victorino e Diego Renan (Farías); Marquinhos Paraná, Henrique, Roger (Everton) e Montillo; Wallyson e Wellington Paulista (Thiago Ribeiro)
Técnico: Cuca

Leia tudo sobre: CruzeiroCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG